Virada do Cerrado é destaque em todo o DF entre os dias 1 e 3 de setembro

Atividades em 28 regiões do Distrito Federal entre 1º e 3 de setembro. Shows com Ellen Oléria e Hamilton de Holanda encerram programação no Parque da Cidade

(Brasília, 31/8/2017) – A Virada do Cerrado de 2017 terá mais de 340 atividades e 99 ações em 28 regiões administrativas do Distrito Federal e tem a água como tema. Ações socioambientais, educativas, esportivas e culturais visam integrar toda a população em um grande movimento pela sustentabilidade.

Com a articulação do Comitê Criativo – uma organização de voluntários do governo do DF e da sociedade civil –, a iniciativa da Secretaria do Meio Ambiente (Sema-DF) inclui as organizações não governamentais de todas as regiões. A Virada do Cerrado é uma mobilização para realização de atividades ambientais pela sustentabilidade no Distrito Federal.

Foi iniciada já em fevereiro deste ano com a mobilização de voluntários e realização de atividades ambientais para apoiar o planejamento das atividades que serão realizadas este ano. A Virada do Cerrado teve sua primeira edição em 2015 e realiza todos os anos um mutirão de plantio na época das chuvas para a compensação do carbono emitido em função de suas atividades.

A abertura das atividades da Virada será no gramado do Panteão da Pátria, na Praça dos Três Poderes, às 19h do dia 1º, sexta-feira. Estão previstos shows com artistas como Dillo e Pé de Cerrado. No local, funcionará a feira com produtos de artesãos de Olhos D’Água – GO e um encontro de telescópios para observação do céu.

No domingo (3), o evento será aberto no Parque da Cidade com a corrida de rua “Cuidando das Águas”, às 7h, no estacionamento 10. O local também será palco de atividades durante todo o dia, com rodas de conversa e tendas temáticas com personalidades ligadas ao meio ambiente, como a atriz Cássia Kiss e a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

Logo após, às 17h30, a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro realizará uma apresentação com a participação de Hamilton de Holanda e Ellen Oléria. A programação inclui um show do grupo Samba do Banquinho.

Diversas regiões administrativas confirmaram sua participação com atividades locais em prol do meio ambiente nos dias 1º (sexta-feira), 2 (sábado) e 3 (domingo). Águas Claras, Brazlândia, Candangolândia, Ceilândia, Cruzeiro, Fercal, Guará, Gama, Itapoã, Jardim Botânico, Lago Norte, Lago Sul, Park Way, Planaltina, Paranoá, Plano Piloto, Recanto das Emas, Riacho Fundo I, Riacho Fundo II, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sudoeste, Sobradinho, Sobradinho II, Taguatinga e Varjão são as regiões que desenvolverão atividades.

As regiões do Plano Piloto, Guará, Sobradinho, Santa Maria e Planaltina receberão cada uma, ao menos três atividades. Trilhas ecológicas, passeios de bicicleta, lançamentos de livros, oficinas e exposições fotográficas fazem parte da programação, que pode ser consultada na íntegra no link: https://goo.gl/59Enis.

O objetivo da Subsecretaria de Educação Ambiental e Mobilização (SEAMS) é colocar o público em contato direto com os parques, vegetação e fazer com que se interessem pela sustentabilidade ambiental. Nas trilhas ecológicas, temas como reflorestamento e preservação da água serão abordados e estimulados no público.

Para as crianças, oficinas de semente, horta, entre outras são ótimas oportunidades de contato com a terra. Além disso, apresentações de palhaços, contação de história e apresentação de poesias fazem parte das atividades lúdicas e que cumprem o papel de conscientização, na opinião da subsecretária da SEAMS, Gabriela Batista.  A programação do Jardim Botânico conta também com palestras sobre alimentação saudável, ansiedade infantil.

Gabriela chama atenção para os mutirões de limpeza, que serão realizados nos parques do DF. Estão na programação, os parques Olhos D’Água (Asa Norte), Ecológico Metropolitano JK (Ceilândia), Ecológico de Santa Maria; e as nascentes do Morro Azul (São Sebastião) e da Floresta Nacional de Brasília. Acesse a programação completa emtonavirada.org/programacao/.

Em 2015, a primeira edição da Virada do Cerrado mobilizou cerca de 20 mil pessoas. Vinte e uma regiões e 80 organizações da sociedade civil participaram, além de voluntários na realização de 200 atividades.

Em 2016, estima-se a participação de 45 mil pessoas, em 29 regiões administrativas e a realização de 500 atividades. Foram realizados shows musicais, feira de produtos do cerrado e tecnologia sustentáveis, exposições, oficinas, food bikes e foodtrucks.

Corrida

A Corrida Cuidando das Águas acontecerá no dia 3 de setembro, com a participação de prevista de cerca de 1 mil pessoas, nas distâncias de cinco e 10 km, ambas com largadas no Estacionamento 10, do Parque da Cidade. A prova é organizada pela Sema-DF em parceria com a Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer.

Prova de 5 Km – Trajeto do estacionamento 10 no sentido horário até o km 2,5, e retorno em direção ao local da largada.

Prova de 10 km – Do estacionamento 10, sentido horário, até km 5, e retorno ao local da largada.

Premiação – Pacotes com sementes do Cerrado a todos os participantes que completarem a prova. Aos três primeiros colocados de cada categoria (feminino e masculino), mudas de árvores do Cerrado.

Foto e texto: colaboração de Sema Comunicação

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*