ÁGUAS LINDAS – Secretária de Assistência Social de Águas Lindas, Aleandra Sousa, comunica que atividades de 2018 já começaram no Cras do bairro Santa Lúcia

Os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) são a “porta de entrada” para qualquer cidadão aos serviços de Assistência Social de qualquer município brasileiro. A classificação é do próprio governo federal – criador e mantenedor do projeto – que também ressalta serem os Cras’s, um espaço “onde são oferecidos os serviços de Assistência Social, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade”.

“A partir do adequado conhecimento do território, o Cras promove a organização e articulação das unidades da rede socioassistencial e de outras políticas. Assim, possibilita o acesso da população aos serviços, benefícios e projetos de assistência social, se tornando uma referência para a população local e para os serviços setoriais”, informa o governo federal.

Em Águas Lindas de Goiás, a Secretaria de Assistência Social já começou as atividades de 2018, no Cras do bairro Santa Lúcia. Conforme divulgou a própria secretária de Assistência Social, Aleandra Sousa, os cursos oferecidos no centro já começaram e estão “a todo vapor”. “São oficinas, palestras e acompanhamento social para a comunidade”, escreveu Aleandra em sua página no Facebook.

“Os profissionais trabalham com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos beneficiários atendidos, e hoje no Cras Santa Lúcia teve Roda de Conversa com as gestantes.”

Os atendidos pelo Cras no bairro também tiveram a oportunidade de acompanhar uma palestra sobre o Programa Bolsa Família, ministrada por especialistas sobre assunto.

A Prefeitura de Águas Lindas de Goiás reconhece a importância de serviços como os desenvolvidos pelo Cras na cidade. Tanto que em matéria publicada por sua assessoria de comunicação, afirmo que “os Centros de Referência [de Assistência Social] de Águas Lindas têm proporcionado mudanças efetivas na condição de vida dos moradores. As equipes atendem permanentemente às famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade social, garantindo-lhes a cidadania”.

 

Fonte e foto: AMAB Assessoria de Comunicação

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*