Após retirada de invasores do Parque do Guará, governo se reúne com moradores da cidade para implantação definitiva

Embora o trabalho de retirada dos invasores do Parque Ezechias Heringer, popularmente conhecido como Parque do Guará ainda não terminou, o Governo de Brasília enviou na manhã desta segunda-feira (19) uma equipe para discutir com a comunidade a implantação definitiva da reserva. O evento foi realizado no auditório do Executivo local.

De acordo com o administrador do Guará, André Brandão, a intenção do governo é discutir com a comunidade as diversas formas de implantação do parque, seguindo um cronograma. Ele explicou que o próximo passo do governo é fazer ações concretas para a implementação do parque. Uma delas é o cercamento completo, além de melhorias para que a população também possa usufruir  das áreas vivenciais do parque. “Muito tem que ser feito, mas estamos antes, ouvindo a comunidade”, disse. André ainda acrescentou que outras reuniões serão marcadas para ouvir todos os setores da comunidade para fazer o melhor aproveitamento do Parque Ezechias, em especial, a preservação.

Filha de Ezechias Heringer, Ana Júlia disse que ações marcam importante passo na história do parque

Uma das participantes da reunião, Ana Júlia Heringer Sales, que é filha do criador do parque, o biólogo Ezechias Heringer, disse que a iniciativa do governo é um passo importante para o reconhecimento da importância do Parque do Guará. “Vejo que as formas de implementação vai beneficiar também a comunidade, e por isso é importante divulgar o parque e fazer campanhas educativas, porque os moradores só preservam aquilo que conhecem”, citou.

Morador do Guará I, em área lindeira ao Parque do Gaurá, Getúlio Cardoso Pereira afirmou que além das ações prometidas pelo governo, é essencial o  cuidado com as nascentes, o monitoramento para evitar que pessoas usem ou trafiquem drogas no local. “Não adianta falar em preservação se não haver fiscalização”, disse.

Participaram da primeira reunião para discutir a implementação do Parque Ezechias Heringer a presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Jane Vilas Boas; representantes  do deputado Chico Leite e Rodrigo Delmasso;  o administrador André Brandão, além de lideranças locais.

PUBLICIDADE

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*