ARTIGO – Com a falta de fiscalização, ruas do Guará são tomadas por faixas publicitárias

 

Por  Amarildo Castro – Caros, por se tratar de uma notícia em um blog, este texto eu vou escrever em primeira pessoa. Embora  esteja morando fora do Guará, acreditem, não ‘arredo’ um pé desta cidade um só dia, exceto algum domingo que tiro folga para ficar com minha família. No mais todos os dias estou aqui, firme.

A intenção é nunca perder o contato com a cidade que me projetou para os trabalhos com a mídia comunitária, e hoje, muitos sabem, estou à frente do Jornal GuaráHOJE/Cidades e do Blog do Amarildo, e já está no ‘forno’, o site do jornal: www.guarahoje.com.br, que na prática terá noticiário apenas do Guará.

Mas vamos agora de fato ao que interessa. Como trabalhador local e pequeno empresário, gosto de ver a cidade bem organizada, e sem tirar méritos, acredito que ela avançou nos últimos anos. Aliás, um ponto negativo me chama atenção: trata-se da poluição visual, especialmente essas dezenas de faixas publicitárias espalhadas pela Avenida Contorno do Guará 1 e 2.

No último domingo (24), como faço na maioria dos finais de semana, andei pela cidade. E mais uma vez, vi faixas publicitárias espalhadas por todos os lados. Tinha faixa de venda de imóveis; de anúncio de supermercado; venda de telhas; casas… Mas, acreditem, o que mais chamou atenção foram dois cavaletes colocados no meio da Avenida Contorno do Guará, ali na QE 19. As benditas faixas anunciavam serviços de lava-jato. E um dos cavaletes era enorme, tomava quase todo o canteiro central.

Pergunto: será que agora tudo é regular, está tudo autorizado? Ou a coisa anda devagar quando se trata de fiscalização? Vi ação séria nesse sentido (fiscalização) apenas no período em que Wagner Sampaio foi administrador, entre novembro e dezembro de 2014.

Naquela época não haviam faixas irregulares nas ruas do Guará, porque ele mantinha uma equipe com um carro nas ruas da cidade todos os finais de semanas. E olha, era só um carro com duas ou três pessoas. Será que atualmente está faltando gente para isso, ou é falta de interesse?

Quem discordar de mim ande pela cidade no próximo sábado ou domingo pela manhã, e vai confirmar o que estou escrevendo. Como é um artigo em primeira pessoa não enviarei e-mail dessa vez à Administração Regional do Guará, e peço a seus representantes que enviem fiscais para as ruas, assim, não precisarei voltar a falar do tema e os moradores também não vão reclamar. Ao contrário, se houver fiscalização, vão, sim, agradecer ao Executivo local.

 

Galeria 

 

Cavalete no meio da avenida contorno
na QE-19 anuncia serviços de lava jato
Dependendo da quadra, os serviços mudam de acordo com o comércio local
Faixas anunciam principalmente imóveis

 

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*