Bailinho de Carnaval na Escola Piaget Guará enfatiza aprendizado da cultura tradicional no país

Durante uma manhã inteira, alunos se divertiram e aprenderam sobre a festa cultural

Com o objetivo de mostrar a importância cultural do carnaval nos moldes tradicionais, o Bailinho de Carnaval na Escola Piaget Guará, realizado na sexta-feira, 1º de março, foi um sucesso. A festa foi comandada pela Escola de Samba Zé Pretinho’s, que tem laços com a Aruc, tradicional agremiação carnavalesca do Cruzeiro. À frente da Zé Pretinho’s estava o experiente Mestre Anderson. Além de animar os alunos, ele ensinou à garotada a relação da bateria com as escolas de samba e o valor do carnaval tradicional para o País.

Com presença de uma escola de samba, alunos aprenderam valores culturais e alguns passos

Para ensinar os primeiros passos de samba, o mestre Fábio, juntamente com uma dançarina, fez várias demonstrações para a criançada. Em poucos minutos, os pequenos aprenderam os primeiros passos ao som da bateria.

A coordenadora pedagógica da Piaget Guará, Isabel Cristina, que trabalha os movimentos culturais na escola há algum tempo, disse que o carnaval cultural mereceu maior destaque neste ano. Conta que busca mostrar aos alunos que a escola é também um lugar para aprender a valorizar e incentivar a cultura, pois é importante o aluno saber como tudo começou, as raízes da festa, os diferentes movimentos carnavalescos, assim como a criação das marchinhas e o valor da escola de samba.

O aluno Vinícius, do quinto ano foi o vencedor do concurso ‘fantasia mais criativa’ na categoria masculina

“É importante também que a criança saiba o papel de cada instrumento dentro da harmonia de uma escola de samba, bem como a figura dos passistas, mestre-sala, porta-bandeira dentro do contexto do enredo. Com a presença dos sambistas, os estudantes receberam uma verdadeira aula de história sobre cada tema desenvolvido por uma agremiação. E isso já faz parte do conteúdo programático da Escola Piaget”, explicou a coordenadora pedagógica.

Festa teve adesão da maioria dos alunos

Durante o evento, a Escola Piaget homenageou o aluno e a aluna com a fantasia mais criativa. Os vencedores foram os estudantes Isadora, do 5º ano e Vinícius, do 4º ano. A menina venceu trajando um vestido preto com um adesivo retirado de um lacre de um fardo de Coca-Cola e um chapéu vermelho simples. Já Vinícius garantiu o primeiro lugar ao trajar camisa preta e calça pretas, usando papel crepom nos braços, ombros, cintura e canela, além de máscara comum com fita na cabeça usando o mesmo material.

Isadora, do quinto ano venceu na categoria feminina de ‘fantasia mais criativa’

Galeira de fotos

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*