Bem humorado e com argumentação segura, Rollemberg se livra de ‘saia justa’ durante inauguração de escola na Fercal

A um protesto previsto para constranger o Chefe do Poder Executivo do DF, Rodrigo Rollemberg, na Escola Queima Sol, na região da Fercal, em Sobradinho, o governador reagiu com bom humor e classe, neutralizando a manifestação que cobrava a construção de uma quadra esportiva e asfalto que dá acesso ao local.

Vendo faixas no meio da plateia, uma delas segurada por uma  representante do Conselho Tutelar da cidade, Rollemberg explicou detalhadamente por que não foi entregue a quadra, pois foi constatado que tinha uma nascente original no local previsto para a quadra, e que o próprio Instituto Brasília Ambiental (IB RAM) pediu que a obra fosse embargada, até que o projeto seja refeito e alterado o local da quadra.

Em relação ao asfalto, alegou que não houve tempo hábil para que fosse feito o projeto e, em seguida, a licitação. Contudo, disse que está incluído no planejamento do governo, antes do final de seu mandato, a consecução dessa obra.

O que mais chamou a atenção foi a naturalidade do governador diante da situação constrangedora. Pediu que os manifestantes  fossem até ele quando explicou pormenorizadamente sobre as reivindicações, enfatizando que o momento não era adequado para manifestos, mas sim de agradecimento. “Afinal, foram 12 anos de espera por novas escolas aqui na região. Portanto, o momento é de festa, não de protestos”, afirmou.

PUBLICIDADE

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*