Caesb interrompe abastecimento de água em seis regiões administrativas

Por Andrew Simek – Na última sexta-feira (16) a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa-DF) decretou estado de alerta no Distrito Federal, em função dos baixos níveis dos reservatórios responsáveis por abastecer 75% da capital. Desde então, medidas extremas como o racionamento de água em algumas cidades foram adotadas pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Hoje, algumas áreas da Asa Norte, Jardim Botânico, Planaltina, São Sebastião, Sobradinho e de Sobradinho II foram afetadas.

As companhias creditam a baixa nos reservatórios ao longo período de seca, aliado ao aumento do consumo por conta das altas temperaturas. O nível do depósito da Barragem do Rio Descoberto, por exemplo, está com apenas 38,9% de sua capacidade total. Essa é a menor quantidade de água desde o início da medição, em 1989. Agora, a prioridade é preservar a quantidade que está nos reservatórios.

Em nota, a Caesb ressaltou “ser fundamental que toda unidade usuária tenha reservatório (caixa d’água) de volume mínimo correspondente ao consumo médio diário, de acordo com o artigo 50 da Resolução da Adasa nº 14, de 27 de outubro de 2011, que estabelece as condições da prestação e utilização dos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no Distrito Federal. ”

 

PUBLICIDADE

Anuncio_Dlourdes_RevistaEncontro_20,5x27,5_Aprovado.indd

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*