Câmara de Valparaíso começa a discutir implantação definitiva da guarda municipal

A Câmara Municipal de Goiás começa esta semana as discussões para a implantação da Guarda Municipal de Valparaíso de Goiás, projeto que foi aprovado pela Casa no final da gestão de Elvis Santos (ex-presidente do Legislativo local), em 2016, mas sem recursos, a prefeitura local não implantou o projeto em definitivo.

De acordo com o vice-presidente da Casa, vereador Ferreira, a câmara vai colaborar com todos os trâmites legais para a implantação definitiva da Guara Municipal de Valparaíso. Um novo projeto (PL 013) apresentado pelo Executivo, e que busca viabilizar recursos e equipamentos e treinamento tramita na câmara, e já teve o parecer positivo da Comissão de Constituição e Justiça, mas aguarda o parecer da Comissão de Finanças.

Segundo Ferreira, a intenção é aprovar o projeto no mês de maio. “Já temos um curso de formação de agentes previsto pelo Executivo, e os futuros agentes já estão na expectativa de compor essa guarda”, disse.

Ferreira disse que Legislativo está empenhado no projeto

Ferreira disse que já está sendo trabalhada uma logística para a instalação do projeto. A iniciativa é do prefeito Pábio Mossoró (PSDB), com a poio do governador Marconi Perillo.

Inicialmente os integrantes dos cargos de agentes de vigilância e agentes de apoio operacional podem ‘migrar’ para a Guarda Municipal. Mas a lei prevê 450 vagas. Quando a lei for de fato implantada e o projeto estiver operando com 100% de sua capacidade, conforme explicou Ferreira. “Da nossa parte, aqui na câmara, temos o compromisso com os moradores, e isso vai desde o presidente, Alceu do Alternativo e os demais vereadores”, resume.

O presidente da Casa, vereador Alceu do Alternativo deve dar suporte ao Executivo para a implantação da Guara Municipal de Valparaíso

Em depoimento recente ao Blog do Amarildo, Alceu também disse que tinha compromisso com a comunidade para a implantação definitiva da Guarda Municipal de Valparaíso de Goiás.

 

 

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*