CARNAVAL-Forças de segurança orientam foliões para garantir carnaval tranquilo

Com a expectativa de cerca de 2 milhões de pessoas nas ruas de Brasília no carnaval de 2018, as forças de segurança alertam para cuidados que os foliões precisam ter para garantir uma festa mais tranquila.

Para evitar furtos de objetos de valor, como joias e celulares, a recomendação é evitar carregá-los para as festas. Caso seja fundamental, não deixar nada visível e com acesso fácil a terceiros.

De preferência, esses objetos devem ser guardados nos bolsos da frente ou nos das laterais da roupa com algum tipo de fechamento, como botões e zíper. Se quiser levar bolsa, o conselho é manter à frente do corpo, fechada e sempre à vista.

Também é recomendado calcular quanto vai ser gasto e levar o dinheiro trocado, que deve ser sacado durante o dia. Caixas eletrônicos são visados por assaltantes quando está escuro.

Mesmo que o folião prefira não levar nada para a festa, é preciso ter algum documento de identidade. A Polícia Civil alerta que a identificação é primordial para o caso de feridas ou confusões.

A Defesa Civil também orienta os foliões a tomar cuidado quando o corpo estiver molhado. É preciso redobrar a atenção com instalações elétricas, geradores de energia e estruturas metálicas ,que podem estar energizadas. Nessas ocasiões, subir em trios elétricos também é perigoso.

Andar em grupo pode prevenir brigas

Para evitar brigas, o ideal é andar em grupo. Caso haja uma confusão próxima, a orientação é que a pessoa se afaste. Se for provocada, o melhor é não responder e chamar um policial militar.

Além disso, a Polícia Militar dá a dica de pedir licença e agradecer na hora de se movimentar na multidão para evitar que confrontos ocorram. Outra sugestão para evitar confusões é beber com moderação, porque o álcool influencia no estado do folião.

Identificação ajuda a encontrar crianças perdidas

Uma orientação fundamental para os pais que forem pular a folia com crianças é identificar os menores. Para isso, a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude distribuirá 40 mil pulseiras de identificação nas festas.

Os responsáveis também podem imprimir carteirinhas pelo site da pasta.

Há ainda o canal SOS Criança DF, que ficará disponível 24 horas por dia da sexta (9) até a terça-feira (13) de carnaval. O contato pode ser feito por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, pelo número (61) 99212-7776.

A pessoa que encontrar uma criança perdida só precisa se identificar e mandar a localização com pontos de referências pelo canal. Se o menor tiver identificação, com nome dele e dos pais ou responsáveis e o número de telefone será ainda mais fácil de ser devolvida.

Caso uma criança seja perdida, a orientação é procurar um policial, um bombeiro, um agente de trânsito ou alguém uniformizado da segurança da festa.

O que fazer se você se ferir durante a festa de carnaval

Se alguém for atacado ou se ferir, a Polícia Civil recomenda se afastar imediatamente do local e dirigir-se à unidade de saúde mais próxima.

A Secretaria de Saúde recomenda procurar emergências das unidades de pronto-atendimento (UPAs) e de prontos-socorros, que funcionarão normalmente do sábado (10) até a terça-feira (13) de carnaval. As unidades básicas de saúde e os ambulatórios dos hospitais públicos não abrem em feriados e fins de semana,

Na quarta-feira de cinzas (14), as unidades e os ambulatórios abrirão às 14 horas.

Em casos de emergência, a orientação é ligar para o telefone 192, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ou 193, do Corpo de Bombeiros Militar do DF.

Veja a programação da festa no site Brasília tem carnaval.

 

Fonte: Agência Brasília /  Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*