Cidades Limpas vai retirar carcaças de veículos no Guará

 

 

A Secretaria das Cidades e a Administração do Guará, em conjunto com diversos órgãos do governo de Brasília (Novacap, Detran, Agefis e Vigilância Ambiental), realiza nestaquarta -feira (26), uma operação especial para a retirada de veículos que estão abandonados nas vias públicas da cidade. A ação é realizada dentro do programa Cidades Limpas, que leva serviços de conservação, limpeza e revitalização para as regiões administrativas do DF. No Guará, a ação do Cidades Limpas foi iniciada ontem e vai até o próximo dia 5 de maio. Os trabalhos tiveram início em frente ao conjunto F da QE 40 e prosseguem durante todo o dia. Segundo o administrador da cidade, André Brandão, cerca de 40 carcaças serão retiradas.

A partir de reclamações dos moradores, a Administração do Guará mapeou 53 automóveis em condições precárias que ocupam áreas públicas na cidade. As carcaças apresentam riscos à saúde, tornando-se possíveis focos para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, e à segurança dos cidadãos, servindo de esconderijo para usuários de drogas.

O administrador André Brandão (D) diz que várias frentes de trabalho estão atuando no Guará na operação Cidades Limpas

O passo seguinte foi pregar comunicados nas carcaças para avisar aos proprietários sobre a possibilidade de remoção. A Administração, então, estabeleceu prazo de 15 dias para que os veículos abandonados recebessem alguma destinação adequada por parte de seus proprietários. O prazo já expirou e os veículos que não foram retirados começam a ser removidos a partir de amanhã para o pátio da administração regional.

Terminada a operação, caso algum proprietário deseje recuperar o veículo removido, deverá comparecer ao pátio da Administração do Guará com a documentação do veículo e a taxa de uso de área pública paga. Além disso, deverá assinar um termo de compromisso se responsabilizando por não abandonar mais o seu patrimônio. Já os moradores que identificarem veículos abandonados nas ruas, devem acionar a Ouvidoria do governo de Brasília pelo número 162 ou avisar a Administração da sua cidade.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*