Com votos não computados, Cristóvão Tormin vence Marcelo Melo em Luziânia e Justiça Eleitoral decidirá eleito esta semana

Os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que a disputa pela prefeitura de Luziânia foi bastante acirrada.

De um lado o candidato a prefeito Cristóvão Tormin (PSD), que obteve 39.660 votos; do outro Marcelo Melo (PSDB) com 38.942, e em seguida, Augustinho do PSOL com 7.435 votos.

Segundo O Popular, o tucano Marcelo Melo venceu a eleição com tranquilidade, graças à anulação da candidatura do atual prefeito. Contudo, os números apresentados pelo TSE, são claros: Cristóvão venceu Marcelo com a diferença de 718 votos.

O cruzamento destas informações tem causado dúvida na cabeça do eleitor luzianiense. “Quem assumirá o executivo municipal em 1 de janeiro de 2017?”

De acordo com as informações divulgadas no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Cristóvão está com a sua candidatura indeferida com recurso.

E o que isso significa?

O candidato foi julgado não regular por não atender as condições necessárias para o deferimento do registro, no entanto, interpôs recurso contra essa decisão e aguarda julgamento por instância superior.

A assessoria de Cristóvão nos informou que a decisão judicial sobre a aprovação de sua candidatura deve sair ainda nesta semana. (Texto e foto: Colaboração Via Comunicação)

PUBLICIDADE

drogaria-felix

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*