Delmasso, Pastor Valdelino, Robério Negreiros, Erika Kokai, Celina Leão e Paula Belmonte entre os eleitos apoiados por algumas das principais lideranças do Guará

Sucesso nas urnas dos 4 candidatos vai na contramão de outros que perderam as eleições também apoiados por alguns segmentos de lideranças da cidade

Dos 12 mais cotados entre candidatos com reduto no Guará, apenas três postulantes a distritais tiveram resposta favorável das urnas – Rodrigo Delmasso (PRB), Robério Negreiros (PSD) e Pastor Valdelino (PP) –, contando com apoio de lideranças da cidade.

Celina foi representada no Guará pelo ex-administrador Márcio Rogério

Em nível de Câmara Federal, Erika Kokai (PT), Celina Leão (PPS) e Paula Belmonte (PPS) foram os candidatos a lograr grande êxito nas eleições para deputado federal, tornando maioria a bancada feminina do DF (fato inédito) no Congresso Nacional. No primeiro caso, tendo como cabo eleitoral no Guará o ex-administrador Márcio Rogério, que, no entanto, não conseguiu ter êxito na aposta da candidatura da empresária e moradora da cidade Vânia Gurgel (PP), que obteve 4.854 votos no DF. Já a segunda, estreante na política partidária, Paula Belmonte saiu-se vitoriosa, recebendo mais de 46 mil votos,  para os quais teve a mão amiga do presidente da Acig (Associação Comercial e Industrial do Guará), Deverson Lettieri.

Érika Kokay com Miguel Edgar

Ainda para a Câmara dos Deputados, destaque para o apoio de Miguel Edgar (Confraria Guará) a Erika Kokay (PT). A deputada, que disputou a reeleição e conquistou 89.986 votos, sendo a única que permanece com uma cadeira no parlamento entre os oito atuais deputados da bancada do DF.

Samuel Lima organizou a campanha de Robério Negreiros no Guará, e ajudou a elegê-lo

Felicitações para a Sra. Amparo, Tereza das Cooperativas e Samuel Lima, o Samuca, que confirmaram seu prestígio como lideranças ao ajudar aqueles três candidatos a terem sucesso nas urnas.

Já as apostas que não surtiram efeito entre o eleitorado, se encontram Sandro Bergamini (PP) que só conseguiu 2.242 votos para deputado distrital, e que teve apoio da ex-gerente de Cultura da administração do Guará Meire Cardoso.  Seu apoio não conseguiu alavancar a candidatura dele.

Mesmo com ajuda de Zé Orlando, o ex-administrador André Brandão não conseguiu vaga na CLDF

Um dos nomes mais cotados para fazer parte da Câmara Legislativa era o de André Brandão (Podemos), ex-administrador da cidade, e que antes de sair candidato a distrital ocupou a presidência da estatal TCB (Transporte Coletivo de Brasília), mas que acabou ficando pelo meio do caminho. Seus 4.537 votos ficaram bem abaixo do que esperavam seus apoiadores a prefeita comunitária Célia Caixeta e José Orlando, também ex-administrador local.

Apoiado por Meire Cardoso, a campanha de Sandro Bergamin no Guará não atraiu: pouco mais de 130 votos na cidade

Duas outras candidaturas: Policarpo (PT), que já foi deputado federal, apesar de ter tido várias lideranças o apoiando, não teve a resposta esperada das urnas. Os 4.592 votos foram insuficientes para ocupar uma das 24 vagas na CLDF. O outro foi Wesley Moura (DC), que, mesmo com apoio de empresários ligados ao esporte, dentre eles Solano Oliveira, não foi além de 1.800 votos.

Tabanez (Pros), outro estreante na política, ex-morador da cidade, mas que continua com vínculos por aqui, apoiados por liderança como Edberto Silva, obteve expressivos 8.078 votos, mas insuficientes para elegê-lo.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*