Despertar da Dança – Oficinas gratuitas para estudantes e professores

O projeto Despertar da Dança vai levar, ao longo dos meses de maio e junho, aulas e debate sobre essa arte para 20 turmas da rede pública de ensino do Distrito Federal. O objetivo da ação é desenvolver a criatividade e a percepção corporal a partir da dança. Aproximadamente 1800 alunos de três regiões administrativas do DF serão beneficiados com a iniciativa, que conta com fomento do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) da Secretaria de Cultura do DF.

O projeto pretende despertar o gosto pela dança, além de apoiar, fomentar e democratizar essa linguagem para jovens que não teriam oportunidade de acesso a essa cultura. Três escolas receberão as oficinas: Centro de ensino Médio Samambaia, Centro Educacional 02 do Guará e o Centro de Ensino Médio do Núcleo Bandeirante.

A iniciativa também vai oferecer capacitação gratuita para professores de todo Distrito Federal. A ideia é que eles se tornem multiplicadores nas escolas e possam dar continuidade às ações desenvolvidas após o término deste projeto.

Para os educadores, as oficinas de capacitação irão acontecer nos dias 26 e 27 de maio, no Auditório 2 do Museu da República, e nos dias 03 e 10 de junho (aos domingos), na sala 05 no Centro de Dança de Brasília. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail despertardadança@gmail.com. O candidato deve enviar o nome completo, e-mail, telefone, RG ou CPF e matrícula. Os participantes receberão: camiseta do projeto, alimentação e certificado.

Sobre o projeto – O projeto Despertar da Dança nasceu da vontade de explorar essa linguagem artística em escolas públicas de Brasília. A dança na escola é uma forma de desenvolver nas crianças e jovens a criatividade e a percepção corporal. O projeto é ofertado em um momento oportuno no contexto educacional, no ano que a Lei 13.278/2016, incluiu as artes visuais, a dança, a música e o teatro nos currículos dos diversos níveis da educação básica. Essa lei altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB — Lei 9.394/1996) estabelecendo prazo de cinco anos para que os sistemas de ensino promovam a formação de professores para implantar esses componentes curriculares no ensino infantil, fundamental e médio.

Os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e Médio (2000) e as Orientações Curriculares para o Ensino Médio (2006) e o Currículo em Movimento das Escolas Públicas do Distrito Federal reconheceram e enfatizaram a importância da Dança na formação integral do indivíduo, sistematizando as habilidades e as competências necessárias para o ensino dessa arte e formulando diretrizes específicas norteadoras para a aprendizagem dessa disciplina.

No atual formato da grade horária das escolas públicas, apenas um professor de artes tem a função de trabalhar artes cênicas, plásticas e música, restando pouca ou nenhuma prática ou experimentação em dança, que às vezes também é abordada nas aulas de Educação Física.

A insuficiência da vivência corporal com a dança será sentida no futuro quando o corpo se torna adulto e amadurece, podendo apresentar problemas de mobilidade e equilíbrio por falta de autoconhecimento e das suas possibilidades. Por falta de oportunidade de vivenciar a dança o indivíduo pode se excluir e ser alijado de participar de manifestações culturais e do convívio social por vergonha e timidez.

O projeto pretende amenizar a ausência do dançar nos colégios da rede publica e oportunizará a escola contemplada ter uma aula diferente e demonstrará à direção escolar e à Secretaria de Educação outras formas de se trabalhar na formação das crianças e jovens por meio da dança.

O Despertar da Dança preza pela valorização da dança e ocupação do espaço escolar por essa arte e tem o intuito de levar a dança a rede pública de ensino do Distrito Federal de forma a valorizar sua prática didática e artística demonstrando a relevância dessa atividade tanto na formação do indivíduo como na propagação da cultura. Dessa forma ser uma ação para contribuir e enriquecer o cenário artístico dentro da Escola Pública.

O projeto também pretende oportunizar aos alunos a partir de vivências corporais a se expressar com o corpo seus sentimentos e suas emoções e usar a dança como meio do jovem ter conhecimento sobre si e sobre o outro, além de exercitar a comunicação, a sensibilização a criatividade permitindo o jovem ter autonomia para criar e representar através da dança.

Outro objetivo é desenvolver e aprimorar as possibilidades de movimentações corporais, descobrindo novas formas, superando suas limitações e condições de enfrentar desafios motores, sociais, afetivos e cognitivos.

Serviço

Despertar da Dança
Oficina para alunos da rede pública – Mês de maio e junho.
Local: Centro de ensino Médio Samambaia, Centro Educacional 02 do Guará e o Centro de Ensino Médio do Núcleo Bandeirante

Oficina para professores:
Inscrições gratuitas: despertardadanca@gmail.com (enviar nome completo, email, telefone, rg ou cpf e matrícula)
Vagas limitadas. Confira a programação:
Museu da República – 26 e 27 de maio, 03 de junho
26/05 – Sábado, das 14h às 18h: Abertura, coffee break.
27/05 – Domingo, das 8h as 12h: Aula Teórica
03/06 – Dia 03 de Junho (Domingo) das 8h as 12h: Aula Teórica

Centro de Dança – 03 e 10 de junho.
03/06 – Domingo, das 13h às 17h: Aula Prática.
10/06 –Domingo, das 8h as 12h: Aula Prática

Mais informações: www.facebook.com/despertardadanca
Projeto fomentado pelo FAC – Fundo de Apoio à Cultura do DF

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*