DESTRUIÇÃO EM SAMAMBAIA – Comunidade continua precisando de doações com urgência e governo se reúne para ampliar trabalhos

A forte ventania, seguida de chuva que atingiu Samambaia na última quarta-feira (19/10) ainda é motivo de muita preocupação para centenas de famílias. Isso porque pelo menos metade delas ainda não conseguiu reconstruir suas casas, arrasadas pelo temporal, quando telhados e muros em muitos lugares foram totalmente destruídos. Até o momento, moradores continuam contabilizando os prejuízos. Alguns, como na Quadra 113 fazem filas para pegar cestas de alimentos, enquanto outros ainda retiram entulho de dentro de casas, igrejas e comércio.

Na manhã deste sábado (22), uma equipe do Governo de Brasília, liderada pelo secretário de Cidades, Marcos Dantas e pela secretária de segurança Márcia Alencar, além de representantes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e lideranças locais, incluindo o administrador de Samambaia, Paulo Silva, discutiu as principais ações a serem tomadas após os primeiros trabalhos.

De acordo com Dantas, o objetivo é reestabelecer a normalidade da cidade nos próximos cinco dias. “Na segunda-feira (24), os 14 mil alunos que estão sem aulas terão de volta suas escolas funcionando, com exceção de algum caso específico”, comentou.

Dantas explicou ainda que várias equipes estão nas ruas da cidade desde a manhã de quinta-feira (20), limpando e prestando socorro às famílias mais atingidas.

Equipe do governo e o deputado Izalci, durante reunião nesta manhã no Caic de Samambaia. Novas frentes de trabalho
Equipe do governo, voluntários e o deputado Izalci, durante reunião nesta manhã no Caic de Samambaia. Novas frentes de trabalho

Disse ainda que apesar do esforço do governo, doações continuam sendo bem-vindas. “Hoje (sábado), recebemos 100 sacos de cimento da Ciplan, o que incentiva outras empresas a doarem”, disse.

Já a ONG Cruz Vermelha (Brasil) disponibilizou sete mil telhas, o artigo de maior urgência no momento, relatou Paulo Silva, o administrador da cidade. Ele ainda pede para que pessoas que possam doar algum artigo podem entrar em contato diretamente por meio do telefone
9-81869151.

Já a secretária de Segurança Márcia Alencar lembrou da importância da integração dos órgãos para que as operações funcionem bem, inclusive a estocagem do material doado.

O deputado Izalci Lucas (PSDB), por sua vez, acompanhou a reunião e disse que procura ajudar na fiscalização dos trabalhos, e pede a máxima urgência para o governo local.

GALERIA DE FOTOS

Márcia Alencar confere estocagem de doações: preocupação para não perder material
A secretária de Segurança Márcia Alencar confere estocagem de doações: preocupação para não perder material
Cimento doado pela Ciplan
Cimento doado pela Ciplan
Equipes estão nas ruas retirando entulho
Equipes estão nas ruas retirando entulho
Telhado de igreja destruído na Quadra 113. Até agora móveis estão ao relento
Telhado de igreja destruído na Quadra 113. Até agora móveis estão ao relento
Na quadra 113, muros foram ao chão
Na quadra 113, muros foram ao chão

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*