DF recebe novos profissionais do Mais Médicos

 Cinco novos médicos intercambistas – profissionais brasileiros que se formaram no exterior – do programa Mais Médicos, do Governo Federal, começam a atuar na atenção primária do Distrito Federal nesta segunda-feira (9), todos vinculados a equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF). Eles foram distribuídos para unidades básicas de saúde de Taguatinga, Samambaia, Brazlândia e Planaltina.

“O Mais Médicos tem como critério enviar profissionais para onde mais precisa. No Distrito Federal, os colocamos para atuar em locais de difícil fixação de profissionais e onde tem mais usuário SUS dependente’, explica o diretor Organizacional de Atenção Primária, Lucas Bahia.

Atualmente, o DF conta com 108 médicos do programa do Governo Federal. Desse total, 19 são cubanos. Todos atuam, obrigatoriamente, na atenção primária a saúde e recebem uma bolsa do Ministério da Saúde. “Somado a isso, o Governo de Brasília complementa com auxílios moradia e alimentação”, diz Bahia.

Com isso, a remuneração chega a R$ 13 mil, para 40 horas semanais  – sendo 32 de atendimento e 8 horas para especialização. Cada profissional pode trabalhar na rede, pelo programa, por um período de até três anos.

Segundo Lucas Bahia, há um edital de nova contratação do Mais Médicos previsto para novembro. Com isso, um número maior de profissionais deve chegar à rede pública de saúde do DF até dezembro deste ano.

 

(Colaboração: Assessoria de comunicação/Foto: Reprodução)

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*