Em entrevista ao Blog do Amarildo, Delmasso detalha criação do novo Hospital do Guará, que será licitado pelo GDF ano que vem

Por Amarildo Castro – Acabou a fase de especulação sobre a construção do novo Complexo de Saúde do Guará, na prática, o chamado novo Hospital do Guará, que por fim, será oficialmente nomeado Hospital Centro Sul. Motivo de intensas discussões nas redes sociais usadas por integrantes da cidade, especialmente as lideranças, o projeto encabeçado pelo distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos) agora vai de vento em poupa com a proposta de licitação pelo Governo do Distrito Federal já em 2020. O anúncio foi feito pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) à uma TV local na última segunda-feira (5). Com isso, mais um grande passo foi dado rumo ano novo hospital da cidade. A seguir, veja o que Delmasso disse sobre a futura obra:

Blog do Amarildo – A pergunta que ainda insiste em ser dita por muitas pessoas no Guará, por que não fazer uma boa reforma no Hospital do Guará em vez de construir uma grande obra como a que está sendo anunciada?

Rodrigo Delmasso – Por mais que investíssemos no Hospital do Guará (o antigo), a demanda não seria atendida na plenitude e não há espaço lá para que de fato sejam realizados investimentos maiores para atender bem à população.

A que ponto está de fato esse projeto do chamado Novo Hospital do Guará, agora Hospital Centro Sul, avançou desde que foi anunciado?

Sim, bastante. Por questões de tempo, o projeto arquitetônico foi feito pela Novacap, está pronto e não teve verba extra para ser realizado. Os próprios servidores da Novacap o elaboraram. Agora será a vez do projeto executivo, que também não demora.

Muito foi dito sobre o tamanho do hospital e que espaço físico ocupará. Como é isso, onde vai ficar e qual é o tamanho de fato do novo complexo de saúde?

Terá uma área total de aproximadamente 40 mil metros quadrados e ficará ao lado do atual Posto de Saúde da QE 17, no Guará II. Por sua vez, o posto de saúde será incorporado ao complexo. Pelo que já foi elaborado, o Novo Hospital do Guará (Centro Sul) será maior que o Hospital de Ceilândia, devendo ser inferior em estrutura apenas em relação ao Hospital de Base.

Novo complexo de saúde terá área total de 40 mil metros quadrados e ficará atrás da QE 17 do Guará II

Qual será o custo total dessa obra e de onde virão os recursos?

O valor previsto é de R$ 300 milhões. Os recursos serão divididos entre GDF, União e financiamento por meio do BIRDE, (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento).

Como foi feita a articulação junto ao Governo Federal para que viesse recursos da União?

Articulamos por meio de integrantes do nosso partido na Câmara dos Deputados. Destaque para o deputado Marcos Pereira (Republicanos-SP), hoje vice-presidente do Congresso Nacional, que usou de sua prerrogativa de liderança junto ao Governo Federal para garantir os recursos para a obra.

Como ficará o atual Hospital do Guará (HRGu) com a chegada do novo complexo de saúde?

Será transformado em uma policlínica e funcionará tal é hoje como funciona a Policlínica do Núcleo Bandeirante, assim como outras no DF, ou seja, atendendo no modelo de especialidades. Na prática, com a chegada do Complexo de Saúde do Guará, a cidade ganhará um grande hospital e uma policlínica. O ganho será duplo. O Posto de Saúde da QE 17 também será incorporado ao novo hospital.

Qual é o sentimento pelo fato de o governador Ibaneis Rocha ter abraçado o projeto do Novo Hospital do Guará, que é um projeto praticamente do senhor como parlamentar?

Satisfação completa, de dever cumprido nessa primeira etapa. É um sonho que será realizado pelo bem da comunidade do Guará e outras cidades do DF.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*