Em estado crítico, Parque Denner deve receber emenda de R$ 200 mil para recuperação

A responsabilidade é do Ibram (Instituto Brasília Ambiental). No entanto, após vários anos, o instituto nunca se pronunciou oficialmente para fazer a manutenção do Parque Denner, no Guará II. Com isso, tem ficado a cargo da Administração o serviço de sua manutenção, que, apesar dos esforços, não tem conseguido a atender a contento. Para tentar suprir as demandas, uma emenda do Deputado Rodrigo Delmasso (PTN), no valor de R$ 200 mil está a caminho.

Enquanto o dinheiro não chega, a equipe do Blog do Amarildo esteve na manhã de ontem (18/8) visitando a área e, mais uma vez, o que não faltaram foram reclamações dos frequentadores. Por ali, equipamentos que deveriam ser atrações para as crianças, como, por exemplo, o playground, foi retirado há cerca de três meses pela administração do Guará, por falta de condições de uso. Do local só restou areia. Além disso, o mato alto volta a incomodar. Depredações podem ser vistas no parque, com pichações na PEC (Ponto de Encontro Comunitário).

Alambrados estão quebrados e mato alto incomoda
Alambrados estão quebrados e mato alto incomoda

“Estamos esperando há três meses pela volta do parquinho”, comenta a técnica de enfermagem Benedita Maria Silva, moradora das imediações, acrescentando que não têm filhos pequenos, mas que conhece muitos dos seus amigos que têm.

O principal preservador voluntário do parque, Edivalci Peixoto, disse que hoje o maior problema é a limpeza. “Esse serviço é feito com mais frequência na parte externa, mas deixando a desejar na parte interna. A administração tem feito algumas benfeitorias, porém poderia fazer mais”, diz Edivalci.

Equipamentos estão depredados
Equipamentos estão depredados

Enquanto isso só restou equipamentos de adultos, que são usados pelas crianças, como uma quadra de areia e outra de esporte. “É difícil, não temos opções; por isso, sou obrigada a deixar as crianças brincar na quadra de vôlei”, disse resignada Regimar Machado, também moradora das redondezas.

Em resposta à reportagem, a Administração do Guará esclareceu que o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) informa que dentro do processo de recategorização, que visa adequar as Unidades de Conservação e parques do Distrito Federal ao Sistema Distrital de Unidades de Conservação da Natureza (SDUC), há a proposta que o Parque Vivencial Denner passe a ser Parque de Uso Múltiplo, e que, nessa nova categoria, passe a ser administrado pela Administração Regional do Guará.

Porém, esse repasse da administração, não só do Parque Vivencial Denner, mas dos outros parques que passarão à categoria de Uso Múltiplo, para as administrações locais, ainda está na fase de análise técnica.

A área técnica de parques do Ibram reuniu-se, nesta semana, com a Administração do Guará para tratar do uso de emenda parlamentar para a realização de melhorias no Parque Vivencial Denner.

A Administração Regional do Guará ressalta que preocupa-se com a manutenção dos parques ambientais da região administrativa e está empenhada, conjuntamente com o Ibram, na busca por melhorias do local citado. Está prevista a revitalização de toda a área do Parque Vivencial Denner.

Crianças usam quadra de areia de futevôlei na ausência de parquinho
Crianças usam quadra de futevôlei para brincar na ausência de parquinho

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*