GUARÁ – Em gincana, alunos do CED 01 usam materiais reciclados e dão nova cara à escola

A escola dos sonhos ao alcance das mãos. Essa foi a proposta de uma gincana no Centro Educacional 01 (CED), NA QE 36 do Guará II. Os alunos do ensino fundamental e médio recolheram materiais recicláveis durante três meses e mudaram a aparência da escola.

O diretor Eustáquio Pessoa Júnior diz que a mudança foi positiva. “Depois da revitalização os alunos tiveram mais compromisso com a escola, estão cuidando dos espaços, há menos depredação”, afirma.

Cerca de 900 alunos, de 11 a 18 anos da escola, que tem 1.200 estudantes, participaram do projeto. Nas mãos deles, caixotes de madeira, pedaços de cano, pneus velhos e troncos serrados de árvores viraram apoio para um jardim vertical. A bicicleta encostada há anos foi pintada de amarelo e enfeitada com flores, e a bomba de aquário que ia para o lixo se transformou em uma fonte.

A estudante do 3° ano do Ensino Médio,  Aretha Arruda Soares, de 15 anos, diz que iniciativa desenvolvida aqui serve de modelo para outras escolhas. “É uma forma  de se aprender a valoruizar as coisas que temos”, define a jovem.

A coordenadora do curso de Arquitetura do IESB, Larissa Cayres, disse que a ideia é proporcionar uma troca entre alunos de escolas públicas e do ensino superior. Segundo ela, a faculdade vai fechar parcerias com outras escolas ainda este ano. “Os alunos do curso de arquitetura veem que a arquitetura não é só glamour, de projetos caros e muita riqueza”, explica. “Eles [universitários] descobrem que dá para fazer algo muito bacana com reciclagem e se envolver mais com a comunidade.”

Aretha Soares, de 15 anos: “É uma forma de se aprender a valorizar as coisas que temos”

Em tempos de crise hídrica no Distrito Federal, além de construir uma “fonte sustentável”, os estudantes criaram pequenos “lagos” sem água, usando um plástico azul. Eles também pintaram as paredes, criaram áreas para jogos e leitura e colocaram uma rede, que é disputada no intervalo entre as aulas.

No muro em volta da quadra de esportes, durante a reportagem do GuaráHOJE/Cidades, exercitavam a arte do grafite conforme determinava uma das tarefas da tradicional gincana que ocorre na escola desde 2009, informa o vice-diretor do CED 01, Paulo César Rocha Ribeiro, destacando que essa é a primeira vez que se associa a reciclagem integrada à gincana. “Foi uma ótima oportunidade de cada aluno fazer a diferença. Afinal, a mudança começa a ser feita a partir de cada um de nós”, idealiza.

GALERIA DE FOTOS

Base do trabalho foram materiais recicláveis
Alunos usam o grafite para pintar o ginásio da escola
Os espaços que antes eram ociosos agora abrigam locais de entretenimento

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*