Feira Cultural 2018 da Escola Piaget faz sucesso no Guará

Um dos eventos mais esperados na comunidade escolar do Guará, a Feira Cultural da Escola Piaget, instituição de ensino com sede na QI 20 do Guará I, mais uma fez foi sucesso absoluto. Com a presença de toda a comunidade escolar, especialmente os alunos, a feira recebeu no último sábado, dia 25, a presença dos pais e pessoas da região com algum vínculo com a escola ou alunos. O evento começou às 9h para as turmas do Maternal I até Jardim II, que apresentaram temas relativos à primavera, verão, outono e inverno.

Para representar o Inverno, alunos do Jardim I e II recorreram às cenas do Polo Norte suando pinguins

Para falar das estações do ano, algumas turminhas recorreram a filmes para lembrar cada estação. Destaque para Uma Aventura Congelante, filme produzido por Hollywood e sucesso na TV. Muitos pararam para fazer fotos imitando personagens da produção.

As caravelas de Pedro Álvares Cabral foi um dos trabalhos em destaque

 

Os alunos da professora Rosângela de Souza Oliveira, do 1º ano A e B, escolheram o tema o Descobrimento do Brasil. “Só falar que os portugueses chegaram ao Brasil é fácil, mas compreender como tudo aconteceu e o contexto disso é o que mais importa para nossos alunos. Essa é uma das propostas da nossa feira”, comentou.

Monumentos de Brasília também foram lembrados na feira

Já a professora Francivalda Mendes Martins, do 2º ano A e B, optou fazer um trabalho voltado para contar a história dos povos indígenas na época do descobrimento do Brasil. “Aqui trabalhamos com materiais didáticos para mostrar os valores, os costumes dos povos indígenas e o que eles representavam e ainda representam para o Brasil, os alunos aprenderam muito com os trabalhos”, disse.

A professora Érika Alexandre do 3º ano A e B e seus alunos contaram nos trabalhos da feira como atuou a Família Real no Brasil. Destaque para o que os portugueses construíram no Brasil naquele período, como a Casa da Moeda, a Fundação do Banco do Brasil, a construção da Biblioteca Nacional e o contexto dos africanos no país, passando pela escravidão até à assinatura da Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil.

Célia Beltrão, diretora da Escola Piaget com Isabel Cristina, diretora pedagógica: trabalho em conjunto com as famílias

Brasília também foi lembrada com seus monumentos. A professora Luciana Torquato, do 4º ano A e B, explicou que fatores históricos da criação da capital, assim como seus monumentos e geometria foram retratados pelos alunos, usando a História e a Matemática. Monumentos como o Estádio Nacional Mané Garrincha, assim com a Torre de TV, marcaram os trabalhos.

Na parte da manhã, às 10h, foi a vez das apresentações. Vestidos a caráter, os alunos buscaram, na prática, simbolizar aquilo que aprenderam em sala de aula desde fevereiro, quando os trabalhos da Feira Cultural do Piaget começaram a ser montado e trabalhado.

A coordenadora pedagógica da Escola Piaget, Isabel Cristina, explica que a Feira cultural da Escola Piaget é um projeto feito pelos alunos e professores do Maternal I ao 9º ano. Em 2018, as apresentações foram mais diversificadas. As estações do ano ficaram para as turmas iniciais, e alunos do 1º ano ao 5º ano apresentaram a História do Brasil, passando pelo seu descobrimento até o período comandado pelos militares, entre 1964 e 1985. Essa parte do trabalho foi contada por uma professora da escola. Com um livro, ela contava à sua netinha como tudo aconteceu   como se em um teatro estivessem.

Já os alunos do 6º ano ao 9º fizeram uma espécie de manifestação, escolhendo o tema. Como algumas escolhas foram semelhantes, parte das turmas apresentou o mesmo trabalho, com destaque para o desenvolvimento dos meios de comunicação no Brasil, produtos transgênicos e o sistema solar.

Todas as turmas fizeram apresentações no ginásio da escola com seus respectivos temas. “O evento foi um sucesso, e isso só foi possível devido ao trabalho responsável da escola e a parceria com os pais e o empenho dos alunos ”, comenta Isabel.

GALERIA DE FOTOS

 

 

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*