Greve dos caminhoneiros fracassa no Centro-Oeste e BR 040 tem movimento, normal em direção ao Entorno e Brasília

Compartilhe nosso Trabalho

Texto e fotos: Amarildo Castro – Após início da greve dos caminhoneiros na última segunda-feira, 1º de fevereiro, na BR 040, principal porta de entrada para o Distrito Federal o movimento era praticamente normal na tarde da última terça, 2, em apuração feita pelo Blog do Amarildo, que acompanhou a movimentação na 040 por mais de uma hora. A situação se manteve na manhã desta quarta-feira, 3, com movimento que dá indícios de que nessa região não há greve dos ‘pesados’.

Na BR 040, movimento de caminhões é normal

Na 040, o movimento de caminhões foi normal durante o período em que a reportagem esteve lá, na altura de Valparaíso de Goiás. Na ocasião, a cada três minutos ao menos dez caminhões seguiam na pista nas duas direções, mostrando que o movimento grevista na Região Centro-Oeste não vingou.

Se comparada com a greve de 2018, pelo movimento na BR 040, nem de longe a situação lembra o caos provocado pela falta de produtos, engarrafamentos e falta de combustíveis, como filas enormes em postos com gente em busca de um galão de 5 litros de petróleo.

Movimento grevista não demonstra força na Região Centro-Oeste

Um dos motivos da pouca adesão dos caminhoneiros à greve foi a retirada do apoio da Associação Nacional de Transporte do Brasil ao movimento. O presidente da entidade, José Roberto Stringasci considerou interferência política muito forte do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) ao momento. Uma nova organização dos trabalhadores do setor deve ser discutida em breve.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*