Letreiro do Guará repercute na mídia nacional

IMG_1788Alvo de piadas, críticas e memes na web, o “monumento” instalado na entrada do Guará ganhou as redes sociais. A correção ortográfica feita por uma moradora alcançou mais de 170 mil pessoas no Facebook em menos de 24h, após a publicação do Blog do Amarildo. Diversos sites de cobertura nacional se interessaram pelo tema nesta manhã (10).

Com a repercussão, o administrador do Guará, Edberto Silva, promete fazer alterações na inscrição da entrada da cidade. Ele diz que estuda o que pode ser melhorado no local, de acordo com a sugestão da comunidade.

A estudante universitária Rayane Sousa (foto)IMG_1770, responsável por colocar um acento agudo no letreiro, viu encher de comentários seu perfil, e-mail e Whatsapp. Recebeu mensagens de incentivo e apoio à atitude. A maioria dos internautas questiona a qualidade da obra e pede mudança. “O que espero, com a polêmica gerada, é um novo letreiro ou, pelo menos, a correção profissional da administração regional. Os moradores do Guará merecem mais que aquela aberração”, afirma.

Rayane lamenta o tratamento dado ao que deveria ser um símbolo da cidade. “É um desrespeito com os moradores, inclusive as crianças”, diz. Ela conta que até brincava com o filho, Maurício Albuquerque, de 8 anos. “Filho, Guará tem acento, mas usaram para segurar a letra ‘u’”.

O editor Amarildo Castro também recebeu dezenas de ligações sobre a matéria. Veículos como o portal R7 e TV Brasília pretendem tratar do caso. As lideranças comunitárias também criticam a qualidade da obra e dizem que a entrada da cidade merece uma identificação adequada, aprovada pelos moradores.

Memória

O letreiro do Guará foi inaugurado em 30 de dezembro, às vésperas da troca de governo. O material utilizado estava abandonado no balão do Guará II. Como última ação antes de entregar o cargo, o ex-administrador Wagner Sampaio decidiu “aproveitar” as letras e criar a placa com a indicação de acesso à cidade.

letreiroO trabalho foi executado por trabalhadores da Funap (Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso), que entraram de recesso em seguida. Em menos de 24 horas, o local foi pichado por vândalos. A Administração do Guará reparou o dano no mesmo dia.

Segundo Wagner, não houve “tempo nem mão de obra” para terminar o serviço. Ele diz ainda que vai parabenizar a moradora pela iniciativa de colocar o acento no nome da cidade. “Lamento que o atual administrador não tenha concluído o trabalho em mais de um mês à frente do cargo”, dispara.

letreiro

Acompanhe nossa fan page https://www.facebook.com/JornalGuaraHojeCidades

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*