Mesmo com pedido de reforço de deputado, equipes de roçagem não são vistas no Guará nesta sexta (12)

É cada dia mais dramática a situação dos moradores do Guará. Com trabalhos em ritmo de lentidão na roçagem do mato alto, maioria das quadras da cidade, como já divulgou o Blog do Amarildo várias vezes, a situação está ficando caótica.

Na manhã desta sexta-feira (12) a reportagem do blog não encontrou nenhum trabalhador ou máquina fazendo roçagem na cidade. Em locais onde os trabalhos iam razoavelmente bem, como as intermediações da QE 44/46, não foi encontrado um só trabalhador nesta manhã. A reportagem rodou por praticamente todo o Guará II e também não encontrou sinais de qualquer equipe de roçagem. Apenas trabalhadores que fazem acabamentos com enxadas foram vistos na QE 34. Na descida do Bandeirante, perto do Polo de Moda, onde há muito mato, também não foram vistos trabalhadores de roçagem.

A reportagem tentou falar com a ouvidoria da Administração do Guará, assim como na chefia de gabinete, mas ninguém atendeu aos chamados.

A foto no alto mostra uma área no final da QE 46, onde na última quinta-feira (11) havia dois trabalhadores com costais sem qualquer identificação fazendo o corte do capim. Mas eles sequer ficaram por lá o dia todo, e nesta manhã não foram vistos.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*