Sepultamento de Haroldinho da ADM, uma das personalidades mais carismáticas do Guará será nesta segunda (21) em Taguatinga

LPO ex-auxiliar de protocolo da Administração Regional do Guará, Haroldo Rodrigues Meneses, o Haroldinho da ADM faleceu na noite do último sábado (19/11) em um hospital da cidade após sofrer uma parada cardíaca fulminante. O motivo pode estar ligado diretamente ao acidente que sofreu no Bar dos Amigos, na QI 08 do Guará I, quando foi atingido por álcool etílico em chamas quando alguém encostou (sem querer, de acordo com relatos) em um aquecedor de caldos. O sepultamento será às 16h desta segunda-feira (21) no Semitério de Taguatinga. O velório ocorre na capela 3 durante a manhã e início da tarde.

Uma testemunha relatou ao Blog do Amarildo nesta tarde de domingo que tudo indica que foi um acidente. “Ele estava perto do aquecedor, quando alguém do bar foi ‘abastecer’ o equipamento, que leva como combustível o álcool, e foi aí que aconteceu o acidente, e que alguém teria esbarrado no equipamento sem querer, espalhando álcool em chamas”, informou. A testemunha contou ainda que além de Haroldinho, o dono do bar, identificado apenas como Paquito, também foi atingido e ficou mais ferido do que Haroldinho. Mas o ex-funcionário da ADM teria queimado parte do braço e do ombro, além do rosto, mas ficou consciente e estava bem até a partida para o hospital, que teria levado cerca de 20 minutos. O acidente ocorreu por volta das 17h, mas às 21h, já no hospital, a vítima sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

Equipamento com o qual Haroldinho sofreu acidente
Equipamento com o qual Haroldinho sofreu acidente: álcool como combustível

Após a morte de Haroldinho, uma corrente de solidariedade se desencadeou nas redes sociais da cidade.

No grupo de WhatsApp Blog do Amarildo, maioria tentava informações mais precisas para saber o que houve. Na ânsia por informar, teve gente que chegou a confundir o nome de Haroldinho, chamando-o de Geraldinho.

O velório será nesta segunda-feira, mas o local e horário ainda não foi informado pela família. “Estamos ainda resolvendo questões burocráticas para liberação do corpo”, disse um irmão da vítima.

Figura conhecida e carismática

Uma das figuras mais conhecidas no Guará, Haroldo, que sofria de nanismo, e tinha pouco mais de um metro, trabalhou no Executivo local durante a gestão de vários administradores por nove anos. Acompanhou o trabalho de Deverson Lettieri, Joel Rodrigues, Carlos Nogueira e Antonio Carlos Santana.

Mas nos últimos meses tem distribuiu vários currículos, sem sucesso. Mesmo assim, não perdia a esperança em poder voltar ao mercado de trabalho.

PUBLICIDADE

rp_unnamed-4-737x1024.jpg

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*