GUARÁ – Obra parada há 2 anos em praça do Polo de Moda é retomada e interrompida novamente em uma semana

Texto: Amarildo Castro – Por conta de não ter sido retirado parte de alguns quiosques que margeiam a praça central que fica no Polo de Moda, no Guará II, a obra de revitalização do logradouro teve que ser interrompida pela segunda vez. Isso depois de estar paralisada por quase dois anos, quando uma terraplanagem foi feita às pressas e sem a devida liberação dos recursos, que na prática, parte advinha do Governo Federal, e parte do Governo de Brasília. A informação sobre a possível causa da paralisação das obra é da Administração Regional do Guará, mas ainda não foi confirmada pela Novacap, responsável pelos trabalhos. Há também indícios de que assembleias trabalhistas feitas por sindicato que representa trabalhadores da Novacap teria atrapalhado o andamento da obra.

Enquanto isso, a demora no início das obras, depois de muitos impasses e uma nova interrupção, acabou transformando o sonho da comunidade de ver sua praça restaurada num novo pesadelo para moradores e comerciantes das redondezas, que estão agora irritados com os transtornos que vêm causando, sem contar a revolta por nova paralisação.

Além da poeira ocasionada pelo acúmulo de terra deixado pela obra, espalhada pela praça, dificultando a circulação dos pedestres, uma verdadeira cratera foi deixada para trás pela empresa responsável (não informada à reportagem) pelos trabalhos.

Outro fato que chama atenção é a irregularidade na forma de ‘tocar a obra’, pois não há nenhuma placa indicando que ali existe uma obra, com dados técnicos e valores. A colocação de uma placa indicativa em qualquer obra pública é prevista em lei.

Desde a última segunda-feira (13), a reportagem Blog do Amarildo vem acompanhando a rotina da obra, que, por não contar com a presença de máquinas, veículos e operários no local, acabou por constatar que, na prática, a paralisação das obras é uma realidade.

Quiosque deve ganhar, pelo projeto, estacionamento construído pelo próprio governo, mas informação ainda precisa ser confirmada, já que apenas gerente do negócio fez afirmação

A Administração Regional do Guará ao ser interpelada pela reportagem a respeito da situação, informou que a obra é de responsabilidade da Novacap, a quem o Blog do Amarildo já enviou dois e-mails solicitando explicações a respeito, mas até agora não havia obtido resposta.

No local, a população local reage criticando mais essa interrupção da obra. Dois moradores, que preferiram o anonimato, desabafaram, classificando-a como um desrespeito à comunidade. “Nem placa colocaram aqui, alertando sobre os perigos que os restos de obra podem causar para adultos, crianças e idosos que circulam e frequentam diariamente a praça. Além disso, já é a segunda vez que ela é interrompida sem ao menos ter um aviso do por que”.

PUBLICIDADE

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*