PPP do Cave – Idosos do Guará correm risco de perder o Centro de Convivência do Idoso

Zuleika Lopes – Os dias de pura diversão, dança, encontros para disputar uma partidinha de xadrez, Dama ou Gamão, ou simplesmente jogar conversa fora estão contados para os idosos do Guará, uma das cidades que mais possuem pessoas da Terceira Idade. Segundo dados da Codeplan de 2012, dos 125 mil moradores, 22 mil possuem mais de 60 anos e 33 mil pessoas, na época tinham entre 40 a 59 anos. A possível implantação da Parceria Público Privada no Centro Administrativo, Vivencial e Esportivo, mais conhecido como Cave, implantado há 40 anos, pretende retirar o Centro de Convivência dos Idosos, que funciona atrás do Ginásio de Esportes.

Na audiência pública para apresentação do projeto, realizada no último dia 10 de outubro, no auditório da Administração regional, a surpresa foi grande por parte dos representantes da comunidade. Muitos se indignaram com as possíveis mudanças que serão implementadas em todo Cave, que é composto pelo Ginásio de Esportes, Centro de Convivência dos Idosos, o Clube de Vizinhança há mais de 20 anos desativado, Estádio de Futebol Antônio Otoni e o Kartódromo Ayrton Senna, além de áreas que são desenvolvidos práticas esportivas destinadas à comunidade. “Ou seja, até a Feira do Guará será prejudicada, com comércio já fraco, com a concorrência de um possível shopping bem ao lado”, revela um comerciante que não quis se identificar.

Idosos durante recreação no CCI

Para que todos os moradores do Guará tenham condições de opinar, existe um endereço eletrônico onde podem ser enviadas sugestões até o dia 24 de outubro: ppp@fazenda.df.gov.br.Quem foi à audiência pública saiu mais confuso do que esclarecido a respeito do assunto. Todos ouvidos pela reportagem afirmaram que o tema precisa ser melhor planejado e ter a anuência total dos moradores. Uns mais inconformados já pensam em barrar o processo de PPP do Cave, no Ministério Público.

Apesar da apresentação da Secretaria de Fazenda, através do subsecretário de Parcerias público-Privadas, Rossini Dias que destacou que é importante que a população participe e conheça o projeto e o impacto que ele traz para a região e que possam contribuir com sugestões, muitos não ficaram convencidos com as possíveis benesses. Além dos idosos, que terão que parar suas recreações semanais, os praticantes de esportes também se alarmaram com a possível perda dos espaços públicos, geralmente locados a preços bem acessíveis para a comunidade para a prática de esportes, campeonatos e torneios, onde se reúnem atletas de várias cidades. A área do Skate Park também faz parte da PPP. Ou seja, de alguma forma vários segmentos serão prejudicados.

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*