PPS recebe Celina Leão e Cristovam Buarque com grande festa

usar

A sede do Partido Popular Socialista (PPS), no Setor de Diversões Sul, foi pequena para receber as centenas de pessoas que foram prestigiar a assinatura do ato de filiação à legenda, nesta segunda-feira (22), pela presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), e pelo senador Cristovam Buarque. O presidente nacional da legenda, Roberto Freire, comemorou a chegada dos novos filiados e destacou que a sigla ganha peso político com a presença deles. Especialmente, porque, no novo partido, Celina Leão pretende disputar uma vaga para deputada federal, enquanto que o senador vai concorrer à Presidência da República.

A presença de figuras públicas de diferentes partidos foi a tônica da cerimônia. Exemplo disso foi a presença do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) disse esperar contar com o apoio do PPS ao Palácio do Buriti. Também participaram os deputados distritais Raimundo Ribeiro (PSDB), Telma Rufino (sem partido), Professor Israel (PV), Chico Leite (Rede), Sandra Faraj (SD) e Agaciel Maia (PTC), e o senador Reguffe, agora sem partido. Cristovam estava no PDT partido há 11 anos, enquanto que Celina há três anos.
A sede do PPS estava em festa para receber seus novos membros. Após a assinatura da ficha de filiação, Celina e Cristovam receberam o público na praça do Conic, onde deram continuidade aos discursos.
Celina disse que não mudará de postura com o GDF. Quanto aos cargos que mantém em órgãos e administrações do governo, garantiu que não tem mais controle sobre eles. Desde que anunciei a minha independência, coloquei os cargos à disposição. Hoje, eles são de responsabilidade do governador”, afirmou. E completou: “Eu acho que temos trabalhado com harmonia entre os poderes, mas principalmente com compromisso com a cidade, pois é o que a população espera de uma presidente de um poder, que seja coerente pelo bem da cidade”, declarou a presidente.
Quanto ao futuro político, de concorrer a um cargo majoritário em 2018, ela esclareceu que é muito cedo para qualquer definição. “Estou preocupada em fortalecer o PPS no Distrito Federal, já que a legenda estava sem representação”, avaliou.
Já Cristovam, que é amigo de Roberto Freire há 50 anos, aproveitou as cinco décadas de amizade para dizer que estava emocionado ao assinar o casamento enquanto comemora as bodas de ouro. “Minha missão aqui é ajudar um partido que tem história no momento em que o Brasil precisa de uma formulação para o futuro e, ao mesmo tempo, precisa de uma maneira nova de fazer política”, esclareceu.
Maria Teixeira, da Ciplan Cimento Planalto e Valério Neves,  secretário-geral da Câmara Legislativa © 2016 Microsoft Termos Privacidade e cookies Desenvolvedores Português (Brasil)
Maria Teixeira, da Ciplan Cimento Planalto e Valério Neves, secretário-geral da Câmara Legislativa 

Roberto Freire falou da possibilidade de entendimento com o governador
Rodrigo Rollemberg. “Temos uma relação que, se não é de base, até porque não estamos presentes no governo diretamente, mas não somos oposição ao governo. Participamos da campanha no segundo turno e temos um bom diálogo. Agora, presença no governo não temos, mas isso não é problema. Para o bem de Brasília, o PPS pode ajudar o governo”, comentou Freire, que acredita que tanto o senador Cristovam quanto Celina, pela proximidade com Rollemberg, podem cooperar com o Executivo local.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*