ELEIÇÕES 2018-Presidente do Conseg, com longa folha de serviços prestados ao Guará, é pré-candidato a distrital

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança do Guará (Conseg), Antonio Sena, pré-candidato a deputado distrital às próximas eleições, é a personalidade da cidade focalizada nesta edição do Jornal GuaráHOJE/cidades.

Aos 63 anos, graduado em administração de empresas e pôs- graduado em gestão de recursos humanos, ocupando a presidência do Conseg desde 2011, já tendo sido prefeito comunitário da entequadra QE/QI 2, no período de 2004 a 2007, quando chegou a ser premiado por ter desenvolvido o melhor projeto para redução e prevenção da criminalidade no DF, Antonio Sena, incentivado pelos amigos e lideranças comunitárias, decidiu levar seu sonho adiante: ser candidato a uma cadeira na Câmara Legislativa.

Há 40 anos residente na cidade, seu engajamento político às causas sociais, sobretudo na área de segurança pública, o credencia a postular o cargo, não só pelo prestígio que desfruta na cidade, mas em vários Conselhos de Segurança de outras cidades sendo, inclusive, vice-presidente da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança do DF. Sua longa passagem pela agência da Caixa Econômica do Guará como funcionário, na QE 7, também o habilita junto aos moradores da Cidade.   Foi eleito pela maioria das Lideranças Comunitárias do Guará para ocupar o cargo de administrador regional, caso o governador Rollemberg mantivesse a promessa de campanha em empossar o candidato mais votado. Atualmente é vice-presidente do Rotary Club do Guará.

Sena só falta definir por qual partido se lançará na disputa política deste ano. No que diz respeito às suas bandeiras de campanha, cujas propostas, segundo ele, estão bem delineadas, sobretudo na questão de segurança pública.

Para ele, a gestão de uma cidade como o Guará não há muita complexidade no que se refere a questões de urbanismo. “A dificuldade fica mais por conta da obtenção dos recursos do que a solução dos problemas, que se apresentam na forma de demandas corriqueiras, do dia a dia mesmo como roçagem, restaurações de calçamento”, exemplifica.

Mas há os de maior complexidade, segundo ele. Porém, antes da procura por soluções, tem que se ouvir primeiro as necessidades da comunidade e verificar in loco as prioridades da cidade.

“Há questões mal resolvidas, como os Pontos de Encontros Comunitários (PECs), parques ecológicos, parquinhos infantis, que o poder público vem protelando com medidas paliativas quando esses casos requerem ações mais decisivas, sob pena de lá na frente se pagar um preço alto. Refiro, neste caso, a situação emergente como a dos moradores de rua e a dos comerciantes informais. Estes, é flagrante, vêm promovendo concorrência desleal, prejudicando o comércio legalizado, que paga seus impostos”, comenta.

Outra demanda, segundo ele, que requer uma intervenção rápida é a situação do Hospital Regional do Guará. “Venho estudando e acompanhando de perto o problema do sucateamento progressivo do hospital, que, em vez de melhorá-lo, só piora”, critica.

De acordo com Sena, é preciso realizar o cercamento do Parque Ezechias Heringer de uma forma mais segura para proteger principalmente, os moradores que residem em suas cercanias, sobretudo nas quadras ímpares do Guará I, que sofrem com a criminalidade.

Como a segurança pública é uma das suas plataformas políticas, aproveita para avisar à comunidade que na próxima quinta-feira, dia 22, às 19h40, no auditório do Icesp, na QE 11 do Guará I, haverá reunião do Conseg, para debater questões que envolvem a segurança pública da cidade.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*