Em convenção no Guará, Rollemberg promete priorizar no segundo mandato saúde, educação e segurança

A convenção do Partido Socialista Brasileiro do Distrito Federal (PSB-DF), realizada no último sábado 28, trouxe ao Salão de Múltiplas Funções do Cave, no Guará II, uma militância bastante aguerrida, com direito a várias baterias de percussão e fogos de artifícios. Projetado para acomodar com folga 3500 pessoas, já estava lotado às 8h da manhã com a presença de militantes dos pré-candidatos em busca de visibilidade para confirmação de seus nomes para disputar o pleito de 2018 pelo PSB.

Com a chegada do governador Rodrigo Rollemberg, às 10h20 da manhã, o auditório dobrou sua capacidade física com o empurra-empurra da militância, ansiosa por garantir espaço e visibilidade. Aos presentes ao evento, Rollemberg garantiu, se reeleito for, realizar investimentos que não pôde fazer devido à dívida que herdou de governos anteriores. “Passamos 4 anos arrumando a casa. Não deu tempo de fazer o que Brasília merece e a população anseia. Num segundo mandato terei a oportunidade de concretizar o que projetei à frente do Buriti. Os dois únicos partidos que apoiam o PSB, a Rede Sustentabilidade e o Partido Verde, foram representados, respectivamente, pelo distrital Chico Leite, que agora vem ao Senado Federal, e pelo engenheiro Eduardo Brandão, que teve seu nome confirmado para ser vice na chapa de reeleição do atual governador do DF.

Candidatos

A claque dos até então pré-candidatos fez a diferença na hora em que foi lida a nominata e confirmação dos candidatos a distrital. Leila do Vôlei, ex-secretária de Esportes, levou uma bateria com 15 integrantes. O candidato Marlon também teve percussão de bateristas femininas. A de Márcia Alencar, ex-secretária de Segurança Pública e da Mulher, foi a bateria da Império do Guará, que se destacou das outras pelo nível técnico da percussão. Outro postulante a distrital que se destacou pela enorme militância foi o José Gomes. Thiago Jarjour, dos postos de combustíveis, que leva seu sobrenome, entrou na nominata do partido. Luzia de Paula, também, tentará a reeleição pelo partido do governador. O bombeiro e ex-administrador do Núcleo Bandeirante, Candangolândia e Park Way, Roosevelt Vilela, vem tentar pela segunda vez um lugar na CLDF.

Para federal, Marcos Dantas, ex-secretário de Cidades e que nos anos 90 administrou o Guará, foi o que demonstrou maior poder de fogo financeiro, com farto material, inclusive camisetas aos seus militantes. O nome de Raissa Rossiter também foi confirmado para deputada federal. A primeira mulher Transexual a ser candidata no Distrito Federal à Câmara Federal, pelo PSB, Paula Bennet, também foi aclamada pela convenção ao lado de Maria de Lourdes Abadia (ex -PSDB), que fez história no DF por ter atuado na área social no início da consolidação das regiões administrativas, entre elas, a Ceilândia, da qual foi administradora.

Os números oficiais dizem que foram ao Múltiplas Funções, em torno de seis mil pessoas. Os mais otimistas garantem que foram dez mil entre público fixo e flutuante. Os  mais críticos garantem que a maioria era de comissionados que trabalham no governo local. Mas o evento demonstrou que o governador Rollemberg tem chances de ir para o segundo turno das eleições ao Buriti. A incógnita agora está nas possibilidades que seu candidato à vice possa trazer de votos para o pleito. (Texto de Zuleika Lopes, com foto/PSB-DF)

PUBLICIDADE

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*