Salão Comunitário da QE 44 é arrombado e local vira ponto para usuários de drogas

Grade que protege o local foi danificada por vândalos

 

O que deveria ser um espaço para uso coletivo da comunidade do Guará tornou-se lugar frequentado por usuários de drogas. Essa informação foi passada para a reportagem do Blog do Amarildo por um morador local, que preferiu não se identificar.

As duas portas do salão comunitários foram arrombadas por supostos usuários de drogas

De acordo com ele, nos últimos dias, esses usuários de drogas destruíram parte da cerca de arame que protege o local, arrombaram duas portas e frequentam o espaço durante a madrugada para o consumo de drogas. “É uma vergonha o que está ocorrendo lá”, citou.

Na manhã desta segunda-feira (6/2), a reportagem esteve no local e constatou as portas do salão comunitário abertas, com indícios de arrombamentos, assim como parte da tela que cerca o local.

Por ali, moradores locais ainda reclamam que o salão está praticamente abandonado, e sem atividades.

Construído no Governo Arruda, no valor de R$ 140 mil, o objetivo do Salão Comunitário da QE 44 era desenvolver atividades sociais para a comunidade local, mas só funcionou bem nos dois primeiros anos, e de desde então, fica maior parte do tempo fechado.

A reportagem do Blog do Amarildo enviou um email para a Assessoria de Imprensa da Administração Regional do Guará, que em breve deve se pronunciar sobre o tema. Assim que o fizer, a reportagem será atualizada.

GALERIA DE FOTOS

Moradores reclamam que arredoes da construção foi tomada por mato

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*