Sem ajuda do Governo Federal, VLT até Valparaíso poderá sofrer atrasos

O Governo do Distrito Federal terá que arcar sozinho com o custo total do projeto de testes para a implantação do VLT ligando Brasília-Valparaíso de Goiás, orçado em R$ 3,4 milhões e que deveria ser bancado integralmente pelo Governo Federal. Como o Palácio do Planalto pulou fora do acordo, o Buriti terá que meter a mão no bolso e investir R$ 2,4 milhões para seis meses de testes.

A previsão de que em 60 dias haveria operação experimental e, em seis meses, o sistema estaria efetivamente implementado poderá comprometer a execução do projeto. A operacionalização do transporte promete desafogar a vida caótica que hoje vivenciam cerca de 250 mil pessoas que precisam ir e vir pela BR-040 entre as duas cidades.

A ajuda federal agora se limitará a que virá do Ministério de Desenvolvimento Regional que será de apenas R$ 1 milhão destinada à parte técnica, enquanto que o restante será pago pelo GDF em parcelas de R$ 400 mil.

O projeto dispõe de uma linha férrea e trens, hoje encarregados de transportar cargas até Luziânia (GO). Mas a ideia original de estender a ligação até esse município não há previsão.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*