Tartaruga adulta aparece morta em meio à imensa sujeira no Deck Sul

 

As fortes chuvas no Distrito Federal, que já dura meses, mostrou um problema grave para o Lago Paranoá, a poluição. Após as fortes tempestades dos meses de março e abril, a região do Deck Sul, local de lazer construído na Gestão de Rodrigo Rolllemberg no final da Asa Sul, no Lago Paranoá, tornou-se um dos locais onde a imensa quantidade de lixo vem se acumulando às margens do lago. São centenas de garrafas pet, sacos de plástico, bolas velhas, latas e todo tipo de sujeira. Ali, acumula-se ainda o resíduo natural que o meio ambiente produz, como galhos secos, folhas, entre outros materiais.

Com as chuvas local acumulou uma montanha de lixo sobre as águas

Até agora ninguém soube informar qual o nível de poluição das águas naquela região. No entanto, uma cena flagrada pela reportagem do Blog do Amarildo na manhã do último domingo (14) chamou bastante atenção: uma tartaruga adulta morta no meio da imensa quantidade de lixo pode dar um sinal de alerta sobre a situação das águas.

Espécie adulta de tartaruga foi flagrada pela reportagem boiando sobre as águas cobertas por lixo

Populares informaram que aparentemente não há mortalidade de peixes naquela região, mas que a poluição de fato preocupa. “Está horrível isso aqui dessa forma, é preciso ter mais cuidado com a natureza, e o poder público poderia fazer uma limpeza por aqui”, opinou Emanuel França, morador do Riacho Fundo I.

A reportagem enviou um email à Administração do Plano Piloto questionando se haverá alguma providência acerca do tema e aguarda retorno.

Populares tentam remover a tartaruga sem sucesso: preocupação com a qualidade da água

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*