VALPARAÍSO – Após derrubada de muro em rua para atender construção de shopping, moradores protestam

POR AMARILDO CASTRO – A vida tranquila e pacata da população na Rua 11 e outras vizinhas, na Etapa A em Valparaíso de Goiás pode ter chegado ao fim. Os moradores daquela região estão incomodados com o futuro no bairro. Há poucos dias, a Prefeitura Municipal de Valparaíso, atendendo a um antigo projeto da construção do Shopping  Paraíso Mega Center, derrubou muros que fechavam o final da Rua 11  e outras vizinhas ao local para facilitar o acesso ao novo empreendimento. Agora, caminhões e carros estão passando pelas estreitas ruas para levar material para finalização da construção do shopping. Por outro lado, A Via 40, que controla a BR 040 fechou o acesso ao empreendimento sem maiores explicações. Com isso, a única forma de acesso ao shopping nos últimos dias passou a ser as ruas residenciais da Etapa A.

Empreendimento será inaugurado em 31 de outubro, e traz preocupações aos moradores

A situação causou desconforto entre moradores. Na manhã desta terça-feira, um grupo deles reuniu a imprensa local para protestar e reclamar da situação. “Há aproximadamente dois anos a gente tenta informações sobre esse empreendimento, e nunca nos foi passada essas informações, até agora sequer sabíamos se isso iria acontecer de fato, e agora vieram e derrubaram os muros das ruas sem sequer nos avisar”, reclama Luana Capita, moradora da Rua 11. Ela ainda reclama que já havia procurado a prefeitura várias vezes, mas sem sucesso. Diz também que existe atrás da Rua 11 um poço artesiano da Saneago, e que os caminhões estão passando ao lado do poço, podendo danificar a estrutura.

Fechamento do acesso ao shopping pela Via 40 trouxe muita preocupação

A reclamação de Luana é a mesma de Camila Bueno, que também mora na mesma rua. “Não estamos contra o desenvolvimento, mas precisamos de esclarecimentos e contrapartida”, diz Camila Bueno. Ela explica ainda que os moradores fizeram uma carta aberta à prefeitura para buscar uma solução.

Os moradores pedem no mínimo a contrapartida em segurança, iluminação e asfalto no final da rua. No momento, há muito barro e não foi fechada uma saída em direção a um matagal, o que poderia facilitar fuga de ladrões.

O vereador Ferreira acompanha o caso de perto e tenta negociar com a prefeitura uma solução

Presente no local, o vereador Ferreira (PP) acompanha o caso e tenta juntamente com o prefeito Pábio Mossoró (PSDB) uma solução para o impasse. “Estamos acompanhando de perto e entendemos que é necessária uma contrapartida, é isso que vamos propor ao prefeito”, comenta Ferreira.

Para Elifaz Barros, que mora na região, a prefeitura precisa se preocupar mais com a situação. “Aqui tem um lençol freático rico em água, e essa situação pode danificar esse lençol”, comentou.

Tráfego de caminhões pelas ruas residenciais está entre as preocupações

Procurado pela reportagem, O Mega Center se pronunciou por meio do chefe da obra, Eli Carlos. Ele negou que o shopping tenha alguma interferência na abertura das ruas, e que isso é um projeto antigo aprovado na gestão anterior. Mas a entrada principal do shopping não são as ruas, e sim pela BR 040. Questionado sobre o fechamento da entrada principal ele disse que a VIA 40 foi quem fechou o acesso, mas que um processo no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) foi aberto, assim como na própria VIA para reabrir o acesso principal ao shopping. Disse ainda que o Mega Center faz várias contrapartidas pela cidade, como instalação de equipamentos públicos próximos ao shopping, assim como recuperação da rua lateral ao shopping e captação de águas pluviais que desce da BR 040.

Apesar do impasse, empreendimento é visto como opção na geração de empregos para a cidade

Já o prefeito Pábio Mossoró, segundo informou os próprios moradores, logo após as reclamações, se reuniu com um grupo de moradores e disse que vai buscar atender às reivindicações, mas deixou claro que não tem como manter as ruas fechadas, o que poderia inviabilizar comercialmente o funcionamento do shopping.

PUBLICIDADE

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*