Valparaíso – Elvis: “O meu trabalho incomoda os grandes e os fracassados na política local”

Mesmo afastado da Câmara de Vereadores de Valparaíso a pedido do Ministério Público, o vereador Elvis Santos (SD) afirma que está tranquilo, e que em breve estará de volta ao Legislativo local. Antes de uma breve entrevista ao Blog do Amarildo o parlamentou informou antes de qualquer pergunta que está sendo perseguido na política local, e que não teme a investigação porque não deve nada.

Enquanto tomava café em uma padaria da cidade na última terça-feira (9), Elvis respondeu algumas perguntas da reportagem. Sem mostrar nenhum constrangimento sobre acusações de supostas irregularidades quando comprou o novo prédio da Câmara de Vereadores, o parlamentar mais uma vez se diz tranquilo e acredita em seu retorno nas próximas semanas ao Legislativo local.

Blog do Amarildo – O senhor mais uma vez foi afastado do Legislativo por supostas irregularidades na compra do atual prédio da Câmara. Qual é a situação?

Esse processo que tentam me tirar o mandato é o mesmo o qual fui afastado no ano passado e todas as tentativas de provar algo contra mim já se esgotaram. É uma perseguição antiga promovida especialmente pela Rede Record e alguns políticos da cidade.  Eu não tenho condenação e me afastaram. Aqui em Valparaíso temos vários políticos condenados e que não são afastados, é perseguição. Hoje minha atuação incomoda os grandes e alguns pequenos sem expressão.

Blog do Amarildo – Como está o processo?

Tenho confiança na Justiça. Não devo nada. Já entramos com recurso novamente na Comarca de Valparaíso e no TJGO. Acredito que o caso deve ser julgado em até 30 dias. Não entendo como um mesmo processo retorna à Justiça depois de ter sido julgado e tendo me inocentado. Mais uma vez vejo isso como uma perseguição política.

Elvis em uma reunião política em uma padaria da cidade: parlamentar continua com vida agitada em busca de alianças

Blog do Amarildo – O senhor disse recentemente que o seu suplente, o pastor Alex queria seu mandato a qualquer custo. Ele virou um inimigo político?

Às vezes a gente faz a escolha errada. E isso aconteceu comigo ao fazer essa aliança com ele no passado. Hoje o grupo dele quer meu mandato a qualquer custo. É o custo de uma aliança errada.

Blog do Amarildo – Como vê hoje a política local?

Infelizmente muito suja. Me acusam de uma venda casada na compra do prédio da Câmara. Hoje o prédio da Câmara vale R$ 6 milhões, enquanto o antigo terreno não vale nem a metade disso. A avaliação na época foi feita por técnicos, e não por mim. Mesmo assim tentam me crucificar. É fantasia de quem quer me prejudicar.

 

 

Blog do Amarildo – O que tem feito nesse período de afastamento do Legislativo?

Não paro. Estou nas ruas todos os dias acompanhando a cidade, postando as demandas em redes sociais, ouvindo moradores e visitando minhas bases políticas.

Blog do Amarildo – O senhor será candidato a prefeito?

A ideia é essa. Estamos construindo um projeto, um grupo forte para 2020. E isso parece que incomoda. Mas por outro lado é bom, mostra nossa força.

Blog do Amarildo – Acredita que além Pábio Mossoró quem mais deve vir a ser candidato a prefeito?

O ex-vereador Afrânio Pimentel é sempre lembrado, mas no caso dele, a nossa ideia é somar. porém, a ideia é que o Elvis seja o candidato.

 

 

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*