Zagueiro Lúcio entrega troféu a vencedor da Copa Gari no Mané Garrincha

O zagueiro Lúcio, pentacampeão com a seleção brasileira em 2002, entregou ao time Sustentare F.C a taça de campeão da Copa Gari DF, primeiro torneio desta categoria no Brasil. A final ocorreu ontem (22), no Estádio Nacional Mané Garrincha. Criado pela Sustentare Saneamento, empresa de limpeza pública urbana responsável por 19 Regiões Administrativas do Distrito Federal, o campeonato teve início no dia 20 de agosto e contou com 16 equipes de 15 jogadores e um técnico cada, totalizando 256 garis. A Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer do DF foi co-realizadora do evento e o Governo do Distrito Federal, apoiador.

Por 3 a 2, o time Sustentare F.C (Sustentare Saneamento) derrotou o União Gari (Sustentare Saneamento), que ficou em segundo lugar. Já a DL Sam (Valor Ambiental) levou o terceiro lugar ao vencer a Força Unida (Sustentare Saneamento) também por 3 a 2. O time vencedor recebeu troféu e R$ 3.500 mil. O segundo lugar recebeu medalhas e R$ 1.000 mil e o terceiro, medalhas e R$ 500 mil. As premiações foram oferecidas pela Sustentare Saneamento.

O zagueiro Lúcio elogiou a ação. “Acho este tipo de iniciativa muito importante porque promove a valorização destes profissionais essenciais. Fiquei grato em receber esse convite, de ser o homenageado do evento e por fazer a entrega da taça da Copa Gari DF”, contou Lúcio.

Além da Sustentare Saneamento e da Valor Ambiental, também participaram da competição, mas não foram classificados para a final, o Sindicato dos Trabalhadores da Limpeza Urbana do Distrito Federal (Sindlurb), a Sterycicle,  e o Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU). Os jogos intermediários ocorreram na DL Sul em fase única, modalidade conhecida como “mata-mata”.

“A Copa Gari foi a realização de um sonho para todos os jogadores. Ver lágrimas e sorrisos, grandes batalhas, bravura, momentos de tristeza pela saída de alguns times, e finalmente viver a final com a vitória da Sustentare, me leva a crer que estamos no caminho certo, promovendo o bem maior, e isso nos fortalece como empresa e como pessoas”, afirmou Williani Carvalho, idealizadora do Copa Gari DF e coordenadora de Projetos e Desenvolvimento Humano da Sustentare.

Os portões do estádio foram abertos ao público em geral ao meio dia e a entrada foi 1 kg de alimento não perecível. Cerca de mil pessoas compareceram ao evento. Às 13h começou a cerimônia de abertura com o tema Paz Mundial. Filhos de garis e a equipe de Bocha (esporte paraolímpico) da Rede Sarah Kubitschek fizeram apresentação e clamaram por paz, respeito ao próximo e à natureza. Em seguida, garis entraram em campo carregando uma faixa de 20 metros de comprimento com a frase “O mundo pede paz”. Às 14h, Anne Elize, da banda Esquema Seis, cantou o Hino Nacional e logo depois começou a disputa pelo terceiro lugar. A disputa pelo título começou às 16h e a premiação ocorreu às 18h.

Torcida foi premiada

A torcida foi premiada com o sorteio de três cheques no valor de quatrocentos reais cada. Para participar, os interessados precisaram seguir as instruções do concurso na página do Facebook Copa Gari DF 2017. Para as crianças teve brinquedos, sendo duas camas elásticas e um tobogã inflável.

O local contou com apoio de seguranças, bombeiros e do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) da Sustentare Saneamento. É vedado o consumo de bebidas alcóolicas no campeonato.

SUSTENTARE SANEAMENTO

Presente nas principais capitais do País e até no exterior, a Sustentare Saneamento atua no setor de limpeza urbana desde 1957. Voltada à preservação ambiental, à responsabilidade social e ao desenvolvimento humano, possui mais de seis mil colaboradores diretos que garantem a eficiência nos serviços, contribuindo para a limpeza e preservação do meio ambiente das cidades.

 texto: Suptrema Comunicação Integrada (colaboração) com foto de Fotos: Fernanda Furtado

PUBLICIDADE

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*