Ainda em estado grave, Maguito Vilela deixa goinienses em estado de alerta

Compartilhe nosso Trabalho

Ex-governador do Estado de Goiás foi eleito prefeito de Goiânia no último domingo, 29, mas estado de saúde traz incertezas sobre posse

Se a vitória nas urnas para os candidatos a prefeito que disputavam o segundo turno em algumas capitais representou um momento de alegria para seus eleitores e partidos, em Goiânia-GO, o momento não representa exatamente isso porque o mandatário eleito da cidade, Maguito Vilela (MDB), de 71 anos que teve 52,60% dos votos frente a Vanderlan Cardoso (PSD), passa por grave problema de saúde. Diagnosticado com a covid-19 no meio da campanha eleitoral, o ex-governador do Goiás, continua em tratamento em um hospital particular em São Paulo há 40 dias e já teve diversas complicações, sendo entubado por mais de uma vez.


Na segunda, dia 30 sua situação era de extremo cuidado, e continuava a respirar com a ajuda de aparelhos. Nas redes sociais, especialmente em sua conta de Instagram, uma filha de Maguito busca trazer mensagens de otimismo, mesmo sabendo que a situação é delicada.


Caso não tenha condições de assumir o cargo de prefeito em 1º de janeiro de 2021, o cargo será ocupado pelo seu vice, pastor Rogério Cruz. Até lá, as incertezas continuam e os moradores de capital goiana, especialmente os eleitores de Maguito torcem pela recuperação da saúde do mdbista.
Texto de Amarildo Castro com foto do Instagram de Maguito Vilela

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*