Coronavírus/Valparaíso – Após visita do prefeito e sua equipe à UBS do Santa Rita para ato de vacinação, direção diz que ‘sonho’ vira realidade

Compartilhe nosso Trabalho

Pábio Mossoró esteve na manhã desta quarta-feira, 20 à unidade de saúde, um dos locais onde a Coronavac está disponível para o primeiro grupo a ser vacinado

Uma nova esperança, dias melhores virão, vamos vencer. Assim resume Andreia Alexandrino da Silva, diretora da Unidade Básica de Saúde do bairro Santa Rita, em Valparaíso de Goiás. Na manhã desta quarta-feira, 20, o prefeito da cidade, Pábio Mossoró (MDB), acompanhado da secretária de Saúde, Rosângela Palácios e outros secretários do Executivo local, além do presidente da Câmara de Vereadores, parlamentar Plácido Cunha (Avante), estiveram na unidade para lançar em Valparaíso a campanha de vacinação contra a covid-19. O evento foi realizado às 9h, atendendo, como já havia divulgado o Blog do Amarildo, ao grupo prioritário estabelecido por uma equipe de saúde da cidade, entre as pessoas com direito à primeira dose, estão agentes do Samu, pessoas da linha de frente no enfrentamento ao coronavírus, além de idosos com mais de 75 anos, especialmente os ‘acamados’, aqueles que não conseguem se locomoverem frente a alguma debilidade física.

Andreia Alexandrino, diretora da UBS do bairro Santa Rita e Tatiane Dias, funcionária do local: esperança para os moradores com a nova vacina

De acordo com Andreia Alexandrino, após o ato de abertura da vacinação continua na UBS do Santa Rita, e a expectativa para esta primeira fase é que a unidade atenda de 20 a 30 pessoas por dia, enquanto durarem os estoques da Coronavac. Para ela, que comanda um dos chamados Centros de Referência para Vacinação a covid-19, e que também já foi infectada pelo novo coronavírus, a vacinação é uma esperança para a comunidade, que agora começa uma nova fase de enfrentamento à covid-19.

Tatiane Dias de Souza, funcionária da UBS do Santa Rita, diz que agora há uma esperança, uma prevenção frente ao coronavírus, e isso já é um avanço para a comunidade local, mesmo que nem todos possam vacinar ainda.

Outro fato que chama atenção em Valparaíso nessa primeira etapa de vacinação contra o novo coronavírus, é a segurança reforçada nos locais onde há vacina.

Ao todo, o município recebeu 1.240 doses do novo imunizante, mas a expectativa é que na próxima semana, mais um lote da Coronavac chegue à cidade. Na prática, quem tomar agora a primeira dose precisa tomar mais uma em 30 dias para garantir a eficácia do imunizante.

Foto de abre desta reportagem contou com a colaboração do Jornal O Despertar

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*