Em manifesto de apoio à população, vereador Danielzinho propõe suspensão de tributos na Cidade Ocidental

Compartilhe nosso Trabalho

De acordo com o parlamentar, suspender de forma temporária impostos como IPTU e taxas de alvarás seria forma direta de contribuir com moradores, amplamente afetados por pandemia

Em mais um manifesto em defesa aos moradores da Cidade Ocidental, que muito sofrem com a pandemia coronavírus, especialmente com o decreto do prefeito Fábio Correa (PP), que proibiu por uma semana todas as atividades não essenciais, o vereador Danielzinho (MDB) apresentou esta semana na Câmara Municipal de Vereadores, o PL de número 2162, que propõe suspensão temporária ou adiamento de impostos na pandemia, entre eles, IPTU, ISS e taxas de alvarás.  

“Esse projeto autoriza o Poder Executivo a suspender e adiar a cobrança  de tributos municipais (IPTU, ISS, taxa de alvarás) para ameniza os impactos econômicos causados pelas novas medidas. O Poder Executivo fechou os comércios e não estendeu a mão em nada aos comerciantes. Só fechar, deixar a população desamparada e ainda colocar os comerciantes e moradores me geral para pagar por esses impostos, deixa todos encurralados, uma falta de respeito com a comunidade”, relata.

Para o parlamentar,, decretar lockdown e não dar nenhuma contrapartida aos moradores e comerciantes, é um erro

O parlamentar ainda vê membros do governo de braços cruzados. “Esse projeto não cria despesas nem exige renúncia de receita do governo. Com ele nós fazemos ao mínimo para socorrer as pessoas e as empresas, espero que os outros vereadores apoiem a ideia e o prefeito se sensibilize”. 

Para Danielzinho, nesse momento é preciso priorizar a saúde e o atendimento às pessoas que possam ser vítimas da COVID-19, mas não fechar nossos olhos para a situação como um todo.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*