FGV recebe inscrições até 21 de janeiro para o processo seletivo simplificado do Censo Demográfico 2022 do IBGE

Compartilhe nosso Trabalho

FGV recebe inscrições até 21 de janeiro para o processo seletivo simplificado do Censo Demográfico 2022 do IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) prorrogou o prazo para inscrições no processo seletivo simplificado para a contratação de pessoal temporário que trabalhará no Censo Demográfico 2022. A FGV, organizadora da seleção, permanece recebendo inscrições até o dia 21 de janeiro. São 206.891 vagas disponíveis, distribuídas da seguinte forma: 183.021, de nível fundamental, para recenseadores; 18.420 para agente censitário supervisor (ACS); e 5.450 para agente censitário municipal (ACM). Ambas as oportunidades para agente censitário são de nível médio. As inscrições devem ser feitas pelo site: https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21
 
Os interessados em se candidatar a uma vaga de recenseador devem escolher, no ato da inscrição, a área de trabalho e a cidade na qual realizará a prova. Essas áreas podem corresponder a um ou mais bairros, ou a comunidades. A ideia é que os recenseadores possam desempenhar suas funções nas imediações de suas residências. A taxa para participar da seleção é de R$ 57,50 e pode ser paga até 16 de fevereiro. A previsão é que a coleta domiciliar de informações seja realizada pelos aprovados em até três meses.

Como os recenseadores são remunerados por produtividade, o IBGE preparou um simulador online que calcula quanto o profissional vai receber de acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas. A ferramenta considera ainda a taxa de remuneração de cada setor censitário, o tipo de questionário preenchido (básico ou amostra) e o registro no controle da coleta de dados. A jornada de trabalho recomendável para os recenseadores é de, no mínimo, 25 horas semanais.Para estimar a remuneração, basta informar o município e a quantidade de horas que pretende dedicar ao trabalho.

O morador terá a opção de responder ao recenseador presencialmente, por telefone ou ainda preencher o questionário pela internet.De qualquer forma, o recenseador terá que ir ao domicílio, seja para realizar a entrevista no local, obter o telefone do morador ou fornecer o link e a chave de acesso ao questionário para que o próprio morador preencha o questionário pela internet. O IBGE vai visitar mais de 70 milhões de domicílios.

Os dois cargos de agente censitário terão inscrição única, já que as duas funções estão no mesmo processo seletivo. O valor da taxa é de R$ 60,50. Os mais bem colocados em cada município ocuparão a vaga de agente censitário municipal, que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2022 naquela cidade.

O salário para agente censitário municipal é de R$ 2.100 e o de agente censitário supervisor é de R$ 1.700. Os aprovados para essas vagas terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.
 
Sobre as provas
O exame será aplicado no dia 10 de abril de 2022 para todos os candidatos. Aqueles que buscam uma vaga de recenseador farão a prova pela manhã; os demais no período da tarde. Todos terão três horas e meia para resolver as questões. O conteúdo programático está disponível no edital.Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte à aplicação das provas, no site da FGV. O resultado final está previsto para 20 de maio de 2022.

Os candidatos a recenseador serão selecionados por uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, cinco questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos.

As provas para agente censitário municipal e agente censitário supervisor serão objetivas de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos.

Os candidatos aprovados na primeira etapa receberão um treinamento presencial e a distância, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de cinco dias e carga horária de oito horas diárias. Os candidatos que tiverem, no mínimo, 80% de frequência no treinamento receberão ajuda de custo para transporte e alimentação. As contratações ocorrem logo em seguida.

Todas as etapas do Censo 2022, incluindo as provas, treinamentos e a coleta dos dados, seguirão protocolos sanitários de prevenção à Covid-19. Será exigido o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento seguro entre candidatos e aplicadores de prova. O IBGE disponibilizará álcool em gel em todos os locais de prova e todos deverão seguir as medidas para evitar aglomerações, respeitando as legislações locais.
 
Isenção de taxa de inscrição
Os processos seletivos para o Censo 2022 permitem a solicitação da isenção do pagamento da taxa de inscrição para pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico.

Para recenseador, o pedido deverá ser feito até o dia 21 de janeiro. Após o envio dos dados e documentação necessária, a solicitação passará por uma análise da comissão organizadora. O resultado preliminar dos pedidos de isenção de taxa será no dia 2 de fevereiro, cabendo recursos nos dias 3 e 4 de fevereiro. No dia 15 de fevereiro, sairá o resultado definitivo. Caso o pedido de isenção seja indeferido, o candidato poderá pagar a taxa até o dia 16 de fevereiro.
 
Mais Informações sobre o Processo Seletivo Simplificado para o IBGE podem ser obtidas pelo telefone 0800 2834628 ou pelo e-mail ibgepss21@fgv.br

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*