Fiscalização do CRO-DF flagra falsa profissional em clínica de Águas Claras

Compartilhe nosso Trabalho
O Setor de Fiscalização do Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO-DF) flagrou uma falsa profissional realizando atendimento odontológico em Águas Claras. Em visita de rotina às clínicas no Distrito Federal na última quarta-feira (11), na mencionada região administrativa, a fiscalização verificou, após checagem de documentos, que uma das profissionais listadas no corpo clínico do estabelecimento não possuía registro junto ao CRO-DF, exercendo ilegalmente a profissão. Durante a abordagem, essa pessoa, que se intitulava cirurgiã-dentista e prestava serviço no local há 15 dias, atendia uma paciente. Ao ser questionada, a falsa profissional confirmou não ser habilitada para exercer o trabalho.

De imediato, a polícia foi acionada e os envolvidos foram conduzidos à delegacia para registro da ocorrência por se tratar de crime previsto no art. 282 do Código Penal. A pena é de detenção de seis meses a dois anos. Se o crime é praticado com fins lucrativos, aplica-se também multa. O estabelecimento também foi autuado por acobertamento do exercício ilegal da profissão. CRO-DF.

O presidente do CRO-DF, Marco Antônio dos Santos, ressalta que o Conselho exerce com veemência o seu papel de fiscalizar o exercício da Odontologia.

“Em fiscalização de rotina do CRO-DF, foi constatado mais um caso de exercício ilegal da profissão. Nosso papel é proteger a sociedade e defender os profissionais que exercem legalmente a profissão.”Denúnciasite do CRO-DF disponibiliza canais para a denúncia de práticas irregulares e ilegais.
Acesse https://cro-df.org.br/, no campo “Código de Ética”, “Denúncia Formal” ou “Denúncia Anônima”.
O presidente do CRO-DF, Marco Antônio dos Santos, ressalta que o Conselho exerce com veemência o seu papel de fiscalizar o exercício da Odontologia. Foto: arquivo pessoal

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*