GUARÁ – Feijoada do Bem comemora dois anos do projeto A Fome não Espera

Compartilhe nosso Trabalho

Em meio à pandemia coronavírus, ações sociais fazem toda a diferença para as comunidades do Distrito Federal. E assim, o projeto A Fome não Espera completa dois anos, com direito a um feijoada beneficente no Lions Club do Guará, com a coordenação de Samuel LIma, o Samuka e equipe de apoiadores. O evento foi realizado na tarde do último sábado, 4 e contou com a presença de 120 pessoas, entre elas, empresários que contribuem com o projeto.

O projeto social já atendeu até agora, de acordo com Samuka, 945 famílias nesses dois anos, 79 delas atendidas com cobertores e roupas, 123 empregos diretos e 56 temporários, 53 atendimentos com medicamentos e 5 cadeiras de rodas entregues. 

Renato Torres, Mayara Franco, Samuel Lima, Regis Barbosa, Simone Vaz, Leonardo Rodrigues e Gabrieli Olivi Jackeline Bontempo, assessora da ministra Flávia Arruda

No almoço do sábado, a equipe recebeu convidados, alguns deles, empresários da cidade e participantes ativos da campanha.

“Agradeço a todos os empresários, amigos entre outros que estiveram presentes e a toda equipe da Fome Não Espera composta por min, Samuka, Mayara Franco do Mães e Filhas, Simone Vaz do Tempo de Plantar, Renato Torres do Sambando DF e Vinicius Oliveira. Que em 2022 possamos atender ainda mais famílias em situação de vulnerabilidade e continuar servindo bem para servir sempre”, disse Samuka.

Renato Torres, José Neves, secretário Geral do PL, Professor Jardenes, Regis Alves, assessor da Ministra Flávia Arruda
Renato Torres, Leonardo Rodrigues, Gabrielle Olivi e Samuel Lima
Ricardo Augusto, Aureo Costa, Renata D`Aguiar, Mayara Franco e Simone Vaz
Vanda, assessora do deputado Sardinha
Equipe a Fome não Espera composta por Samuel Lima, Mayara Franco, Renato Torres e Simone Vaz. com os amigos Fabio Campos, Aureo Costa, Leonardo Resende, do MDB Jovem

GALERIA DE FOTOS

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*