Hospital Regional de Formosa passa a fazer cirurgias eletivas para ortopedia e ginecologia

Compartilhe nosso Trabalho

Os pacientes precisam antes, no entanto, passar por um médico de uma UBS para obter o encaminhamento

Pela primeira vez em sua história, o Hospital Regional de Formosa passa a atender também cirurgias eletivas para ortopedia e ginecologia. Administrado pelo Instituto de Medicina, Estudos x’e Desenvolvimento – IMED, o HRF começou agora em fevereiro a realização das cirurgias de segunda-feira à sexta-feira.

Os agendamentos das consultas ambulatoriais deverão ser feitos por meio do Complexo Regulador do Estado de Goiás. A Secretaria Municipal de Saúde fará o encaminhamento dos pacientes às vagas ofertadas. “A ideia é garantir todo o atendimento necessário à população. Portanto, avaliamos o risco cirúrgico de cada paciente, realizando os exames de pré-operatório também”, informou Felipe Uchôa, diretor técnico do HRF.

Após uma avaliação por um médico generalista em uma Unidade Básica de Saúde do município de Formosa e detectada a necessidade de intervenção cirúrgica, o paciente recebe um documento de encaminhamento. Com a guia em mão, ele deve procurar a Secretaria Municipal de Saúde que, por sua vez, direcionará o pedido ao Complexo Regulador do Estado de Goiás para marcação de consulta no hospital.

Diferentemente das cirurgias emergenciais, as eletivas são, necessariamente, aquelas em que há agendamento prévio. A abordagem cirúrgica passa por uma criteriosa avaliação médica, assim como o quadro clínico do paciente. No Hospital Regional de Formosa, o atendimento segue essa regra e tem como objetivo agilizar as cirurgias de baixa complexidade.

Inicialmente, para atender a especialidade de ortopedia serão disponibilizadas 40 vagas por mês. No caso das cirurgias ginecológicas, serão 25 agendamentos. As consultas de rotina dessas e de outras especialidades continuam sendo marcadas sem qualquer alteração.

“Somos um hospital de referência e as cirurgias eletivas serão importantes não só para a população de Formosa, mas também para os pacientes dos municípios vizinhos”, lembrou Vânia Fernandes, Diretora Executiva da unidade hospitalar.

Sobre o HRF

O Hospital Regional de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. O processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 10 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a urgência da pandemia, o hospital com todas as melhorias na infraestrutura ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Colaboração: Ecco Comunicação

Sala de cirurgias estão prontas para o atendimento – Foto:Divulgação

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*