Hospital Regional de Luziânia comemora 34 altas em apenas 4 dias

Compartilhe nosso Trabalho

Unidade de Saúde quebra mais um recorde no número de recuperações

Entre os dias 03 e 06 de junho, o Hospital Regional de Luziânia (HRL) quebrou mais um recorde em sua história. A unidade de saúde celebrou 34 altas em apenas quatro dias e superou a antiga marca de 30 pacientes recuperados no mesmo período. O número representa uma média de 8,5 altas por dia.

            A maior parte dos pacientes reside em Luziânia, porém há moradores das cidades de Valparaíso, Posse, Alvorada do Norte, Cristalina, e Planaltina que tiveram alta no período. Com pouco mais de um ano de funcionamento, o HRL celebrou a recuperação de mais de 1200 pacientes. Os serviços prestados à população e os números expressivos de altas já renderam ao hospital prêmios, homenagens, moção de aplausos e agradecimentos da população.

            Para celebrar as altas, a equipe do hospital se reuniu em coro para cantar músicas como “A Alegria Está no Coração” e “Noites Traiçoeiras”, do Padre Marcelo Rossi.  Entre os recuperados está a paciente Vilma Alves dos Reis, de Cristalina, cidade que fica a quase 70km de distância do Hospital.

            No dia da alta, os familiares se juntaram para homenagear os profissionais de saúde que cuidaram tão bem de Vilma. Carregando balões e um cartaz, todos agradeceram pelos cuidados e pelo carinho recebido durante o tratamento, que teve início no dia 19 de maio e durou até o dia 03 de junho.

            Todos do Hospital Regional de Luziânia comemoraram mais uma quebra de recorde, o diretor-geral do HRL, Francisco Amud, expressou seu contentamento com o desempenho de todos. “O auxílio e esforço de cada um, torna possível um excelente número de altas. Todos 34 pacientes que tiveram altas, agora podem voltar em tranquilidade para suas famílias, não é só um número, são vidas”, afirmou.

SOBRE HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde. Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.

Colaboração: Assessoria de Comunicação | Ecco Comunicação

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*