Legislativo da Ocidental volta ao batente presencial e vereadores cobram ações de Fábio Correa

Compartilhe nosso Trabalho

Primeira sessão feita com a presença dos parlamentares em plenário foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Erasmo

A volta dos trabalhos presenciais na Câmara de Vereadores da Cidade Ocidental, em Goiás, realizada na manhã desta quarta-feira, 5 foi tranquila e marcada por requerimentos. No entanto, o prefeito local, Fábio Correa (PP) foi citado mais de uma vez em tom de críticas por alguns vereadores, especialmente os ligados à oposição por, segundo eles, estar ‘derrapando’ na vacinação contra a covid-19 dos grupos considerados prioritários, com é o casos dos conselheiros tutelares.

Vereador Clauber Morle também criticou o prefeito Fábio Correia pela demora na vacinação dos grupos prioritários na cidade

“Não está indo bem, é preciso mais agilidade porque a vida não espera, e estamos aí com vários grupos, especialmente o pessoal do conselho tutelar sem a vacinação”, citou o parlamentar Robson Campos (PRB), pedindo vacinas para vários grupos que ainda não foram incluídos na lista para imunização contra a covid-19.

Frank Denis pede a inserção das academias de ginástica como atividades essenciais. Seu PL foi vetado pelo prefeito local. “Não desisto”, disse Denis

Já Frank Denis (PL), disse que ficou decepcionado com o chefe do Executivo local porque ele vetou seu projeto que inclui as academias da cidade como atividades essenciais. No caso, a Câmara aprovou, mas Fábio Correia vetou. “Vamos continuar lutando por esse projeto, a pandemia não acabou”, disse Denis.

Além das críticas de alguns vereadores, no que diz respeito à gestão da pandemia coronavírus pelo prefeito local, a volta dos trabalhos presenciais no Legislativo local foi marcada por vários requerimentos de rotina, maioria aprovados, sob o comando do presidente da Casa, vereador Erasmo (PP).

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*