LITERATURA – Moradora do Guará se inspira em ex-aluno autista para lançar livro sobre o tema

Compartilhe nosso Trabalho

Trabalho foi inspirado em Samuel Henrique, que teve aulas com a autora em uma unidade particular da Octogonal por quatro anos

Texto de Amarildo Castro com fotos de arquivo pessoal – Cuidar de pessoas com Transtorno do Espectro Autistas sempre foi um desafio para milhares de famílias brasileiras e para as escolas. Segundo a Center of Deseases Control and Prevention (CDC), o país tem mais de dois milhões de pessoas que nasceram com o autismo, requerendo assim, cuidados constantes de autoridades, professores e familiares. No entanto, esse número, de acordo com profissionais que cuidam de autistas tende a ser muito maior e pode chegar ao dobro, desde casos complexos aos mais moderados.

E foi pensando em colaborar com esse público, tanto as pessoas que nasceram com o Transtorno do Espectro Autista quanto familiares que a autora, professora e contadora de histórias Nyedja Gennari lança no próximo dia 15, às 18 no Cine Drive-in a obra O Mundo Azul de Samuel, uma publicação impressa com tiragem de 5 mil exemplares. O trabalho será vendido em livrarias da cidade, parte dos volumes ainda serão doados para famílias e instituições, além de atender também a escolas que decidiram adotar a obra para atividades.

Nyedja conta que a inspiração para escrever o livro veio após a experiência em dar aulas para o pequeno Samuel Henrique Leite Vieira, no Colégio Ciman, na Octogonal-DF. “Foi um desafio muito grande as aulas com o Samuel à época porque ele tinha muitas dificuldades, e percebi que precisava aprimorar meus conhecimentos na área para me tornar uma pessoa especializada no tema, assim veio o projeto do livro”, diz.

Após a experiência de quatro anos, Nyedja conta que com todo o esforço e dedicação de ambos, professor e aluno, Samuel teve um grande avanço na sua vida pessoal. Hoje aos 15 anos, o ex-aluno continua amigo da docente e sempre a agradece pela experiência do aprendizado. Nyedja reconhece que o ex-aluno é sua maior inspiração para o tema e a levou a fazer vários cursos de especialização, além de escrever o livro.

Nyedja diz que Samuel à época avançou de forma extraordinária na socialização, exploração de palavras-chave, entre outros ganhos. E isso o levou a ampliar os horizontes. O mesmo aconteceu com a professora, que desenvolveu um método aprimorado para atividades com esse público.

A autora conta que a história da publicação transcorre em uma viagem de Samuel usando como meio de transporte um cometa para visitar planetas. “São planetas diferentes dos que conhecemos, são imaginários, como o Planeta Transtorno e Planeta das Chaves. Assim, Samuel vai abrindo corações fechados, descobrindo o significado das palavras repetidas entre outras ações nesses planetas. Ao mesmo tempo, vai ajudando as pessoas e sendo compreendido”, diz.

O Mundo Azul de Samuel tem 30 páginas, traz como proposta ser uma obra lúdica. A tiragem inicial é de cinco mil exemplares. Embora ainda não esteja nas plataformas digitais, a intenção é que isso ocorra em breve. As ilustrações ficam por conta do conceituado artista Romont Willy. No lançamento terá personagens animados da perfomáticos da Posers-art.

A editora responsável pela publicação é a Mais Amigos-DF.

Mundo Azul de Samuel

Autora: Nyedja Jennari

Local: Cine Drive-in

Data: 15 e setembro, terça às18h]

Entrada: 1 kg de alimento não perecível

O lançamento será acompanhado de show com a banda formada por autistas, a Good Times

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*