Prefeito de Valparaíso dá ‘passe livre’ para PL de Alceu que visa militarizar escolas

Compartilhe nosso Trabalho

Pábio Mossoró sanciona projeto de lei que garante ao município, escolas com gestão militarizada. PL é do vereador Alceu Gomes

POR AMARILDO CASTRO – Depois de dar um bom salto no IDEB da Educação, Valparaíso de Goiás pode, em futuro breve, avançar bem mais no segmento. Acaba de ser sancionado pelo prefeito Pábio Mossoró (MDB), projeto de lei do vereador Alceu Gomes (PL), que na prática, dá passe livre ao município para militarizar unidades escolares, seguindo trâmites legais e parcerias com a Polícia Militar do Estado de Goiás. O PL recebeu ‘carta branca’ na semana passada do chefe do Executivo, que agora estuda junto à sua secretária de Educação, professora Rudilene Nobre, as alternativas para viabilizar de uma a duas escolas para que possam se enquadrar nessa nova modalidade, além de uma discussão com a comunidade escolar, que deve acontecer em 2022.

No entanto, garantiu Rudilene, é um trabalho a médio prazo, e várias parcerias precisam ser firmadas, além de uma questão orçamentária. Porém, a secretária afirmou que pelo menos duas escolas da cidade estão em condições de receber a possível mudança, e uma delas é a Escola Municipal Cidade Jardins, que antede alunos do 6º ao 9º ano.

“É um trabalho que vai nos exigir cautela e muito esforço, além de parcerias. Por isso, já estamos com algumas tratativas em Goiânia e aqui no próprio município, para que possamos tentar implantar um projeto piloto na cidade, mas ainda não tem nada confirmado, e estamos em fase preliminar de estudos, e de concreto mesmo, é a aprovação do PL que chegou da Câmara”, disse a secretária.

Enquanto isso, o autor do projeto, vereador Alceu Gomes disse estar esperançoso para que sua meta, que é ver na cidade escolas militarizadas siga em frente. “Vamos lutar, o trabalho não finda somente com o PL sancionado pelo prefeito, no que depender de mim, estou pronto para ajudar”, finalizou.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*