Sesc-DF vai aplicar vacinas em idosos com 64 e 65 anos neste final de semana no drive thru do Taguaparque

Compartilhe nosso Trabalho

O Sesc-DF vai vacinar idosos com 64 e 65 anos neste sábado (17) e no domingo (18), das 9h às 17h, no drive thru instalado pela entidade no Taguaparque. Pessoas idosas de 64 e 65 anos poderão ser vacinadas com a primeira dose contra a covid-19 sem agendamento, portando documento de identificação. A Secretaria de Saúde do Distrito Federal conta com 13 locais de aplicação da vacina contra covid-19 neste final de semana. De acordo com a pasta, quatro presenciais, três com atendimento híbrido e seis exclusivamente por drive-thru.


O diretor regional do Sesc-DF, Moisés Brandão, explica que a instituição está disponível para atuar na vacinação dos brasilienses contra a covid-19. Essa será a quarta participação da entidade, que já vacinou idosos de 67 anos, 66 e profissionais da área de saúde. “É uma parceria para favorecer a população do DF com toda a nossa estrutura que conta com profissionais da área de Saúde, áreas Administrativas e suporte logístico, tudo de forma planejada e organizada para contribuir com a vacinação da comunidade”, afirma o diretor regional do Sesc-DF.


Para receber o público, o ponto de atendimento da instituição no Taguaparque contará com a apresentação de artistas circenses e playlists com músicas que tocarão durante todo o dia. A ideia é promover acolhimento e cultura de forma responsável e com todo o distanciamento necessário para manter a segurança dos usuários. Além disso, O programa de combate à fome e desperdício de alimentos Mesa Brasil Sesc no Distrito Federal vai arrecadar alimentos não perecíveis no local. As doações serão destinadas às instituições sociais cadastradas no programa.
Nesta sexta-feira(16) o governo antecipou a vacinação para esse público que começou a ser vacinado nesta tarde em 52 pontos de vacinação distribuídos pelo Distrito Federal. A Secretaria de Saúde (SES) recebeu, na madrugada desta sexta, mais 80 mil doses das vacinas que previnem a doença. Para a população, serão disponibilizadas 72.818 doses, sendo as demais destinadas à reserva técnica.


A estimativa da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) é que o DF tenha uma população com 64 e 65 anos composta por 40.515 pessoas, das quais 20.804 têm 64 anos e 19.711 têm 65. A divisão das doses foi definida pelo Ministério da Saúde. O DF seguirá o fluxo conforme orientação do órgão federal.Assim, a distribuição para primeira dose se dará seguinte forma:


• 43.140 doses D1 para ampliar a vacinação para pessoas de 64 e 65 anos;• 2.237 doses D1 para vacinar profissionais das forças de segurança;• 3.906 D1 para profissionais de saúde. Esse quantitativo poderá ser ampliado 4.414 doses, pois 508 doses do agendamento passado que tinham sido separadas para perda técnica serão usadas nesta fase.


O Ministério da Saúde ampliou a porcentagem de perda técnica a ser enviada aos estados. Antes, 5% das doses recebidas eram reservadas para suprir perdas. Agora, esse percentual será de 10%. Isso ocorre porque há frascos sendo recebidos com menos doses que o esperado.
Com informações da Agência Brasília

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*