À frente da Prefeitura de Valparaíso, Pábio Mossoró busca R$ 70 milhões para a infraestrutura da cidade

Compartilhe nosso Trabalho

Cidade é criticada por constantes inundações em épocas de chuvas, e essa é uma das causas da busca do recurso junto ao Banco do Brasil para realização de obras maiores. Prefeito faz ainda breve avaliação do ‘fechamento’ do primeiro ano de gestão

POR AMARILDO CASTRO

Cidade vista como uma das ‘queridinhas’ do Entorno Sul do DF, devido à sua proximidade com Brasília, e também um dos locais mais procurados atualmente por moradores das RAs da DF como opção de moradia mais barata, além de pessoas que chegam de outras partes do Brasil, Valparaíso de Goiás, em levantamentos não oficiais já ultrapassou a marca de 200 mil moradores, mas ainda, com graves problemas de infraestrutura. Para uma solução de problemas como falta de galerias de águas pluviais, é preciso hoje de um investimento elevado. Assim, o prefeito Pábio Mossoró (MDB), com sua equipe econômica e da Secretaria de Infraestrutura e Obras, enviou à Câmara um Projeto de Lei que busca aprovação de recurso no valor de R$ 70 milhões para obras de infraestrutura na cidade, incluindo uma galeria de águas pluviais às margens da BR 040,  hoje um dos grandes gargalos. O Projeto de Lei para a aprovação do pedido de recursos junto ao Banco do Brasil já foi aprovado pelo Legislativo local.

Agora, de acordo com Pábio, que falou com a reportagem do Blog do Amarildo esta semana em café da manhã, disse que a prefeitura quer fazer alguns projetos para que seja possível pleitear a verba, e garantiu que o Executivo local tem lastro financeiro para arcar com o compromisso de parcelas para o pagamento do empréstimo, caso ele seja aprovado. “É um dinheiro que a cidade precisa para avançar na sua infraestrutura, porque muitas obras necessárias estão na casa de R$ 10 a R$ 30 milhões, por isso, somente com emendas parlamentares, não daria para fazer”, relata. Pábio cita que buscará parceria também com o Governo Federal.

Enxurrada as margens da BR 040: para solução, é preciso de obra complexa e de valor elevado, e no caso, os R$ 70 milhões pode ser a solução para auxiliar nessa demanda

No entanto, o mandatário disse que está satisfeito com a atuação dos deputados Célio Silveira (PSDB) e Wilde Cambão (PSD) e Glaustin da Fokus (PSC), em especial, porque eles estão colaborando muito com emendas parlamentares, e que ajudam na manutenção da cidade e pequenas obras.

Um ano de gestão

Prestes a completar um ano de gestão em seu segundo mandato, Mossoró lembra que em 2021, a cidade avançou bem em várias áreas. “Entregamos com louvor o Complexo Esportivo do Jardim Céu Azul, assim como mais de 500 unidades habitacionais no mesmo bairro com subsídio do governo. Além disso, na áreas social, estamos muito bem. Com o apoio do governador Ronaldo Caiado, já entregamos um grande número de cestas básicas este ano e durante toda a pandemia”, relata. Acrescenta ainda que na semana passada o governador Caiado entregou a moradores mais de 1.500 cartões por meio do projeto Mães de Goiás com o valor de R$ 250. O recurso segue mensalmente na conta nos próximos meses para todos os beneficiados.

O prefeito com o governador Caiado durante entre dos benefícios do programa Mães de Goiás: apoio do mandatário do Estado de Goiás

Mossoró disse que devido à pandemia, a prefeitura teve que priorizar várias ações para a Saúde, o que consumiu boa parte dos recursos, mas bem aplicados. “Graças a Deus, a nossa vacinação contra a covid-19 está indo muito bem, as pessoas em geral estão bem assistidas, e assim, a cidade avança”, comenta.

Mossoró completa dizendo que a prefeitura enviou nos últimos dias o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária Anual (LOA) à Câmara, assim como o PL do Plano Plurianual para Valparaíso (PPA), e aguarda pela aprovação nos próximos dias. “A cidade continuará crescendo e avançando nesta gestão, e a Câmara também tem sua parcela de contribuição”, resume o prefeito.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*