Escola do Guará protesta contra medida da Justiça que mantém escolas fechadas no DF

Compartilhe nosso Trabalho

Reportagem do Blog do Amarildo flagrou na tarde desta sexta-feira (7) profissionais de uma escola infantil insatisfeitos com a proibição das aulas presenciais

Continua dando o que falar a proibição da volta às aulas presenciais nas escolas pública e particulares do DF. Enquanto o GDF tentar uma autorização, a Justiça barra. E foi essa indefinição que levou a direção de uma escola infantil no Guará a fazer um manifesto em frente ao Palácio do Buriti nesta sexta-feira, 7. Cerca de 15 profissionais da escola levaram cartazes de ordem e pedido para o retorno.

“Atravessamos um momento muito difícil, são cinco meses fechados, as escolas de educação infantil já demitiram mais de dez mil profissionais, o que restou, a gente não está mais conseguindo pagar, com os devidos cuidados, temos condições de voltar a atender de forma presencial”, relatou Nubia Queiroz, que dirige a entidade.

Movimento pediu volta das aulas presenciais ao GDF

Segundo ela, atualmente maior parte das escolas mantém menos de um terço de seus profissionais, as mensalidades foram reduzidas e alguns pais ainda retiraram seus filhos da escola.

Outra entidade que cobra uma solução para o problema é a  Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino (Aspa-DF). Na mídia local, a Aspa diz que não é necessariamente contra ou a favor da volta às aulas de forma presencial, mas cobra uma postura do GDF para que resolva o impasse com a Justiça.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*