Ex-presidente da CEB se posiciona contra a privatização da empresa

Compartilhe nosso Trabalho

Haroaldo Brasil dirigiu companhia durante Governo Arruda e falou sobre situação da companhia ao Blog do Amarildo

Um dos pioneiros do Distrito Federal e morador do Guará, o ex-diretor da Companhia Energética de Brasília (CEB), Haroaldo Brasil acaba de comemorar 76 anos. Na oportunidade, em almoço no bar e restaurante Chalé da Traíra, aproveitou breve pausa para falar ao Blog do Amarildo sobre o atual momento que a CEB passa, com possibilidade de ser privatizada após atestado de legalidade do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Para Harolado, que teve boa parte de sua vida ligada à CEB, o momento é delicado, mas não concorda com a privatização da empresa. “A CEB é um patrimônio nosso, é lucrativa se bem administrada, e que precisa mesmo é receber valores que muitos credores não pagam, como a Universidade de Brasília, que deve alguns milhões de reais à empresa”, citou.

Haroaldo lembrou que o governo tem formas para fazer com que a empresa seja lucrativa, e que a privatização só vai ajudar os cofres do governo, e não à comunidade. Mesmo com problemas, lembrou que a empresa está entre as companhias energéticas com melhor desempenho em todo o Brasil, ficando na sétima posição.

Aposentado, Haroaldo Brasil vive na QE 19 do Guará e diz que não pretende mais deixar a cidade após nela já ter morado por 30 anos em sua longa jornada no DF.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*