Guaraense leva dois títulos na 1ª Copa Bom de Bola e boa participação das escolinhas é destaque

Compartilhe nosso Trabalho

Equipes comandadas por supervisão de Beto Morales levam caneco nas categorias sub 13 e sub 9. Flamengo, Candangolândia e Metropolitana, além da própria Bom de Bola completaram a participação no evento

POR AMARILDO CASTRO – A pandemia coronavírus ainda não acabou. Mas com o avanço das medidas protetivas, incluindo vacinação para grupos acima de 46 anos e outros cuidados, foi possível a retomada dos torneios esportivos. No Guará, a 1ª Copa Bom de Bola, que durou cerca de 40 dias e teve suas finais disputadas no último sábado, dia 10, no campo sintético da QE 38 do Guará, sagrou os novos campeões do momento. Por lá, a Escolinha Guaraense levou a melhor na categoria sub 13 e na sub 9, levantando dois troféus. Candangolândia venceu na categoria 2004/2005, Metropolitana venceu na 2006/2007, enquanto a Bom de Bola foi a vencedora na categoria 2010/2011.

Equipe sub-13, do Guaraense, campeã

Para o responsável do Guaraense, Beto Morales, os dois títulos de sua escolinha representam a coroação de um trabalho sério e contínuo em diversas categorias, sempre apoiado por profissionais comprometidos com o crescimento dos atletas de base. Beto destacou ainda a importância da iniciativa de Edi Carlos, da Escolinha Bom de Bola em realizar um torneio em momento tão impar da volta do esporte, especialmente por reunir escolas do Guará, Candangolândia e Núcleo Bandeirante e Plano Piloto em projeto que visa o aprimoramento dos atletas em todos os sentidos.

Edi Carlos, o organizador do torneio: oportunidade para a
garotada crescer no esporte

O organizador do evento, Edi Carlos, explicou à reportagem do Blog do Amarildo que a proposta foi trazer de volta entre os atletas o clima de competição saudável e organizada, visando inclusive uma preparação maior para os garotos que objetivam o futebol profissional. Porém, para aqueles que buscam apenas a prática do esporte em si, também saíram ganhando porque melhora o condicionamento físico, além da interação social.

A Escolinha do Flamengo, do Plano Piloto não ganhou, mas mostrou competência na participação no torneio

A reportagem apurou que Edi Carlos, no Guará, está entre um dos maiores incentivadores do futebol de base e também do chamado esporte social, aquele que visa a inserção da garotada em um ambiente saudável, longe das drogas e das coisas erradas que porventura a ‘rua’ oferece. “Antes de formar um atleta, ajudamos a formar um homem”, costuma dizer.

Pietro, artilheiro da categoria sub 13

Abaixo, veja fotos das categorias vencedoras:

Time da Candangolâdia, categoria 2004/2005, campeão no torneio
Na categoria 2006/2007, venceu a Metropolitana
No sub 9, vencedor foi o Guaraense
Vencedor da categoria 2010/2011 foi a equipe da Bom de Bola

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*